Ultimas Noticias

6/recent/ticker-posts

Enquete

No primeiro duelo das semifinais, Vitória leva a melhor diante do Barcelona de Ilhéus em jogo marcado por polêmica do VAR | Reconvale Noticias




                                      Foto: Victor Ferreira / EC Vitória
O Vitória enfrentou o Barcelona de Ilhéus na tarde deste domingo (10) e venceu pelo placar de 2 a 0 no Estádio Mário Pessoa. O Leão da Barra enfrentará novamente a Onça Pintada no próximo dia 17, às 16h, no Estádio do Barradão. A partida foi marcada por muitas polêmicas com envolvimento do VAR, que anulou dois pênaltis e um gol no jogo.
Apesar das controvérsias trazidas pelo VAR, o Vitória soube lidar com as adversidades e controlou o jogo. Os gols do Leão foram marcados por Alerrandro e Zé Hugo. O Barcelona até criou algumas chances perigosas contra o goleiro Muriel, porém não conseguiu marcar em seu próprio território.
Com o desfecho da partida, o Vitória terá a vantagem de decidir a semifinal em seu próprio estádio. Caso avance para a final do Baianão, o Rubro-Negro aguardará o resultado do confronto entre Bahia e Jequié.
O JOGO
O jogo entre as duas equipes começou muito pegado, num duelo de perde e ganha, o Vitória começou se impondo e adiantou a sua linha de marcação. A primeira chance veio com Matheusinho, que chutou de fora da área por cima do goleiro aos seis minutos do primeiro tempo.
LEÃO ABRE O PLACAR, MAS O VAR ANULA O GOL
Brunto Ritter vacilou na saída de bola do Barcelona. Rodrigo Andrade aproveitou o erro e roubou a bola, tocando para Alerrandro abrir o placar aos 16 minutos, porém, o VAR foi chamado e interpretou a pressão do volante como faltosa, anulando o gol do Vitória.
É PÊNALTI PARA O BARCELONA E O VAR ANULA NOVAMENTE
Ramires recebeu passe aos 19 minutos e caiu na área em suposta carga, interpretada pelo árbitro, do zagueiro Wagner Leonardo. O VAR chamou novamente e Emerson Ricardo anulou a penalidade aos 24 minutos, os jogadores do Vitória pressionaram o árbitro e pediram cartão amarelo por simulação. Lance muito polêmico no Mário Pessoa.
QUASE O PRIMEIRO GOL DO JOGO
Aos 31, Cesinha recebeu bola enfiada pela esquerda e chutou de três dedos em cima de Muriel, que fechou o gol e impediu o Barcelona de abrir o placar no Mário Pessoa.
É A VEZ DE MATHEUSINHO QUASE ABRIR O PLACAR
Vitória chegou ao ataque com perigo aos 39, Alerrandro encontrou Matheusinho livre, que driblou o defensor e chutou com muito perigo. A bola passou pertinho da trave.
SEGUNDO TEMPO
A partida começou com mais uma polêmica do VAR, o árbitro analisou possível pênalti numa entrada em Alerrandro na área aos 9 minutos e anulou mais um pênalti na partida.
AGORA VALEU!
Enfim saiu o primeiro gol. Aos 11 minutos, Matheusinho achou PK no corredor lateral esquerdo, que cruzou rasteiro para Alerrandro cravar o primeiro gol da partida.
MURIEL MAIS UMA VEZ
O Barça chegou com perigo pela primeira vez aos 22 do segundo tempo. Dionas Bruno aproveitou a sobra em cobrança de escanteio, fazendo Muriel trabalhar novamente na partida.
PRA FORA!
Aos 48, Zé Hugo chutou forte no canto direito do goleiro Thiago Passos e quase teve a chance de marcar o segundo para o Leão.
PRA SACRAMENTAR A VANTAGEM!
No último minuto, Zé Hugo aproveitou bela jogada de Matheus Gonçalves e marcou de cabeça para fazer o segundo gol do Vitória.
FICHA TÉCNICA
Barcelona de Ilhéus 0 x 1 Vitória
Campeonato Baiano - Semifinal
Local: Estádio Mário Pessoa, Ilhéus
Data: 10/03/2024 (domingo)
Horário: 16h
Transmissão: TVE Bahia
Árbitro: Emerson Ricardo de Almeida
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos e Edevan de Oliveira Pereira
VAR: Wagner Reway
Cartões amarelos: Dudu, Camutanga (Vitória) / Jaques, Tauã, Natan, Hugo Moura, Bruno Ritter (Barcelona)
Cartão Vermelho: Tauã (Barcelona)
Gols: Alerrandro, Zé Hugo (Vitória)
Barcelona de Ilhéus: Thiago Passos; Hugo Moura, Jaques, Weslley e Reginaldo; Bruno Ritter, Ninho Xavier, Ramires (João Henrique Silva) e Hadrian (Tauã); Natan (Andrei) e Cesinha (Dionas Bruno). Técnico: Betinho
Vitória: Muriel; Zeca, Camutanga, Wagner Leonardo e PK (Lucas Esteves); Dudu (Caio Vinícius), Willian Oliveira, Rodrigo Andrade e Matheusinho (Iury Castiho); Osvaldo (Zé Hugo) e Alerrandro (Matheus Gonçalves).Técnico: Léo Condé

Postar um comentário

0 Comentários