Onda Lula ainda não chegou ao fim e pesquisa Datafolha estimula voto útil para vitória em primeiro turno | Reconvale Noticias


A onda de crescimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que obteve 54% dos votos válidos na mais recente pesquisa Datafolha, ainda não chegou ao fim. "A disparada de Lula em diversos segmentos sugere que o potencial do ex-presidente não se esgotou na onda de crescimento que ele obteve desde que recuperou seus direitos políticos", escreve o jornalista Bruno Boghossian, da Folha de S. Paulo, ao analisar a pesquisa.
"O cenário estimulou a fórmula do voto útil, com a migração de eleitores indecisos e simpáticos a outros candidatos para os principais concorrentes. Lula aproveita a rejeição a Bolsonaro, enquanto o atual presidente pede holofotes como antagonista do petista", diz ainda o jornalista. "Por enquanto, Lula é o principal beneficiário. A prova são os 54% dos votos válidos com o qual ele aparece num cenário com 13 candidatos –o que seria suficiente para vencer no primeiro turno", acrescenta.
Risco para Ciro Gomes
O cenário ainda é extremamente negativo para Ciro Gomes. "A cristalização dos votos de Lula e Bolsonaro dificulta a vida de nomes que se posicionam como alternativas. O petista e o atual presidente têm níveis altos de eleitores convictos, dispostos a manter suas escolhas até o fim: 78% e 75%, respectivamente.
A má notícia que chega para Ciro Gomes (PDT) é que, além de haver menos votos em disputa, seus próprios eleitores dizem que ainda podem trocar de candidato. Só 35% se dizem firmes e 65% admitem uma mudança até o dia da eleição", escreve Boghossian.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
-- Composite Start -->