Acusado de matar esposa se mata com facada no pescoço após 12h de negociações com o BOPE.


Após quase 12 horas de negociações, Érico Torres Cavalcante, 44 anos, que matou sua companheira, a enfermeira Estefânia Gomes do Nascimento, a facadas na manhã de ontem (9), no bairro Areia Branca, em Petrolina, se matou com um golpe de faca no pescoço, segundo informações da Polícia Civil de Pernambuco.
A PC informou que, após 45 min de negociações com policiais do BOPE- Batalhão de Operações Especiais, foi lançada uma bomba de efeito moral e o autor desferiu contra si um golpe de faca no pescoço. Ele chegou a ser atendido por um ambulância do SAMU, que estava de plantão no local, mas não resistiu e foi a óbito.
O feminicídio que vitimou a enfermeira de 44 anos, cuidadora de idosos, ocorreu por volta das 4 horas da manhã desta quarta-feira, na Travessa do Espinheiro. A polícia foi acionada e ao chegar no endereço, o autor resistiu a prisão e passou a desafiar os policiais, que tentaram negociar com Érico. Segundo a Delegacia de Homicídios de Petrolina, a ocorrência foi registrada como homicídio doloso.
Houve algumas contradições sobre a causa da morte do autor, mas a PC confirmou que ele utilizou uma faca para tirar a própria vida.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
-- Composite Start -->