'Enfrentando um poderoso sistema historicamente enraizado', diz Verimar ao se defender de denúncias | Reconvale Noticias

'Enfrentando um poderoso sistema historicamente enraizado', diz Verimar ao se defender de denúncias  | Reconvale Noticias



A presidente da Câmara de Brumado, vereadora Verimar Dias da Silva Meira (PT), emitiu nota de esclarecimento contra um pedido de cassação de seu mandato protocolado na última quarta-feira (17). De autoria do cidadão Bruno Correia Luz, a representação aponta contratações irregulares, fraudes administrativas, adulteração e manipulação de datas e contratos e desvio de finalidade no uso de diárias e veículo do poder legislativo. Bruno é funcionário de uma empresa terceirizada da Câmara de Brumado e foi indicado pelo vice-presidente, vereador Paulo César de Souza Ferreira (PCdoB) , que caso Verimar seja cassada, assume o comando da casa legislativa. Meira manifestou sua tranquilidade diante das denúncias que têm sido veiculadas, registrando que vem sofrendo sucessivos ataques por conta de seu posicionamento político à frente da Câmara de Vereadores. “Nesse contexto, reafirma que tem pautado sua gestão à frente da Câmara Municipal com toda responsabilidade e absoluta observância aos princípios norteadores da administração pública, notadamente da legalidade e moralidade, tendo atuado sempre em consonância com a legislação pátria, razão pela qual nada tem a temer”, diz a nota. Dias eleva o tom de sua insatisfação com a denúncia apresentada e fala do embate que terá com o grupo liderado pelo prefeito Eduardo Lima Vasconcelos (Sem Partido). “No entanto, informa que tem consciência de que está enfrentando um poderoso sistema historicamente enraizado, mas que, à toda prova, reafirma sua condição de mulher pobre, filha de Brumado, sem muito estudo, porém determinada em desempenhar o seu papel de parlamentar e gestora pública em estrita observância à legislação pátria, sempre visando a supremacia do interesse coletivo”. Silva disse que não irá se intimidar por ataques e ameaças de cassação de mandato por decisão política de alguns. “Assim, não tendo praticado nenhum ilícito, reafirma que sua inocência restará comprovada, a fim de que possa continuar cada vez mais desempenhando seu mandato em defesa do povo de Brumado”, finalizou a nota.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem