Barreiras-BA: Mãe de família morre após levar choque elétrico ao estender roupas no varal de casa. - Reconvale Noticias

Notícias de Última Hora

Barreiras-BA: Mãe de família morre após levar choque elétrico ao estender roupas no varal de casa.

                               

Um trágico acidente fatal por choque elétrico que aconteceu por volta do meio dia desta terça-feira (15), tirou a vida da dona de casa identificada como Edivânia Marques de Souza, 23 anos, natural de Barra/BA, residente na rua Cardeal Arco Verde (também conhecida como rua do canal), no bairro Vila Brasil em Barreiras.
O acidente:
De acordo com informações obtidas através de pessoas que estavam entre as primeiras a chegar no local, Edivânia estava estendendo roupa no varal no quintal, com sua criancinha de um ano e seis meses no colo, quando tomou uma forte descarga elétrica vindo a cair no chão com a criança.
Outras duas crianças pequenas estavam no quintal, e desesperadamente tentaram chamar por socorro. Elas não conseguiam abrir o portão por este também estar energizado. Subiram no muro e gritaram pedindo ajuda.
O socorro:
Neste mesmo momento um conhecido da família passava na rua e percebendo o desespero e a gravidade da situação, pulou o muro juntamente com um amigo e conseguiram abrir o portão embora também alegaram levar choque. Desligaram o padrão, acionaram o SAMU e conseguiram tirar as crianças da cena perigosa.
A criancinha de colo estava desacordada e conseguiu ser reanimada pelo homem que pulou o muro e disse ter treinamento de primeiros socorros. A criancinha teve queimaduras nos pés e foi encaminhada para a UPA. A informação que temos é que não corre risco.
SAMU e tentativa de reanimação:
Duas ambulâncias do SAMU estiveram no local e por pouco mais de uma hora os socorristas tentaram a todo custo a reanimação que infelizmente não aconteceu.

Polícia Civil e DPT:
O Delegado Dr. Francisco Sá compareceu no local colheu as informações e acionou a equipe do Departamento de Polícia Técnica, que por sua vez fez os trabalhos periciais e posterior remoção para o necrotério do DPT. 

De acordo com o perito que avaliou a situação, esse era um perigo iminente, pois o fio energizado apresentava ressecamento e fissuras, e em contato com o varal metálico e a presença de água gerou as proporções graves do acidente fatal. Edivânia deixa marido e três crianças pequenas. // BlogBraga: Repórter Paiva
                    

Nenhum comentário