Notícias de Última Hora

Lula é inocente, reconhece Justiça




O ex-presidente Lula comemorou a decisão do judiciário que reconheceu a inocência dele e do ex-governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, acerca do caso conhecido como “quadrilhão”.

“O reconhecimento da inocência do companheiro Pimentel, assim como minha absolvição no caso do “quadrilhão”, demonstra que uma parte do Ministério Público está se transformando em uma quadrilha de assassinar reputações, acusando pessoas inocentes e honestas sem uma única prova”, disse Lula.

A Justiça Federal arquivou na terça-feira (28) o inquérito sobre o ex-governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, atendendo pedido do Ministério Público Federal, que não viu provas suficientes. O ex-presidente Lula também era réu no mesmo processo que foi arquivado.
A denúncia contra Pimentel foi arquivada após quatro anos de investigações. Sem provas, a ação foi usada durante esse período para atacar a imagem do governador Pimental, especialmente durante o período eleitoral.

O procurador que solicitou o arquivamento afirmou que não houve elementos objetivos para corroborar as hipóteses com as quais se trabalhava, não tendo se caracterizado nada de ilícito.

Nenhum comentário