Notícias de Última Hora

Como tirar tinta de cabelo da pele: passo a passo e dicas



Mudar o visual ao tingir os cabelos em casa pode ser bem fácil, usando uma tinta comprada na farmácia. Porém, se os cuidados certos não forem tomados, é possível que você fique com a testa, orelha, dedos e nuca cheios de pigmento.
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 

Portanto, uma dúvida comum nesses casos é como tirar a tinta de cabelo da pele. Essas manchas não são permanentes e saem em, no máximo, três dias. No entanto, para acelerar esse processo, existe um passo a passo recomendado por especialistas.
Remova o excesso de tinta o mais rápido possível, com algodão ou toalha velha
Use um demaquilante bifásico ou vaselina no local da mancha
Faça pressão nas áreas manchadas, sem esfregar
Se precisar, esfolie o local com um esfoliante para rosto
Lave o local e retire os resíduos
Aplique hidratante

"O modo mais seguro mesmo é usar um produto próprio para esta função, que é o removedor de manchas cosmético, pois assim a pessoa elimina qualquer risco de irritar a pele", detalha Joana D'arc Diniz, dermatologista Diretora Científica da Sociedade Brasileira de Medicina Estética (RJ) e Diretora da Sociedade Brasileira do Cabelo (RJ).
O que não fazer para tirar tinta de cabelo da pele
Apesar de aparecerem em receitas caseiras, alguns ingredientes rotineiros não são indicados para tirar manchas de coloração na pele. Eles são:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 
Leite de magnésia
Limão
Vinagre
Pasta de dente
Acetona
Bicarbonato de sódio

"Além de não terem comprovação científica, eles podem causar irritação e você corre o risco de ganhar manchas piores do que essa, que é temporária", afirma Alice Jaruche, dermatologista e especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.
Como evitar manchas ao tingir o cabelo

Mais fácil do que remover as manchas é evitá-las. Por isso, quando você for pintar o cabelo em casa, use roupas velhas, pois serão danificadas. Ao aplicar, use luvas para que as mãos não sejam tingidas também.

Nas regiões próximas à raiz do cabelo, aplique vaselina, creme hidratante, óleo de amêndoas ou de coco. Isso inclui testa, orelhas, nuca e couro cabeludo. Além disso, tome cuidado para não ultrapassar os fios na hora de aplicar a coloração.

"Estes produtos oleosos/cremosos conseguem formar uma camada de proteção e, assim, evitam que a tinta cause as manchinhas. Mas atenção ao passá-los para não deixar o produto atingir os fios", completa Joana D'arc.
NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 

Perigos da coloração do cabelo

Evitar o contato direto da pele com a tinta é importante não apenas por causa das manchas. Quem tem alergia aos pigmentos pode ter reações ao produto.

"Existe o risco de o couro cabeludo absorver metais pesados e amônia, alguns componentes da química da tintura de cabelo. Algumas marcas são mais naturais na sua composição, mas o principal mal é para quem tem alergia", desvenda Alice.

Por isso, é importante observar se o couro cabeludo apresenta reações após a tintura. Elas podem incluir vermelhidão, coceira ou descamação.

Além das alergias, pesquisas científicas têm identificado a relação entre o uso de tintas para cabelo e problemas como formação de tumores, interferência hormonal e mutações no genoma.

"Tal aspecto é mais presente e indicativo, em especial, nas mulheres pós-menopausa. Isso é atribuído ao fato de que elas usam tinta há mais tempo e ainda porque os componentes químicos, que eram anteriormente utilizados na indústria cosmética das colorações, certamente eram mais tóxicos", ressalta a médica Joana D'arc

Nenhum comentário