Ultimas Noticias

O suposto diálogo entre Lula e Marisa, após a descoberta da ‘traição’


 Marisa, isso são horas? Onde você estava?
No Guarujá.
 Com quem?
Com o Léo.
Fazendo o quê?
Traindo você, como sempre.
Mentira! Você estava é comprando triplex escondido, que eu sei.


Luís, você me respeite. Veja se eu sou mulher que compra triplex escondido do marido!
Você não me engana mais com essa história de adultério.
Eu juro pela Rose que eu estava era traindo você!
Você disse a mesma coisa quando mandou comprar aquele terreno pro meu instituto, e eu, idiota, acreditei.
Ok, você quer a verdade, Luís?
Toda a verdade, doa a quem doer. Você sabe que eu odeio mentira.
Tudo bem. Você pediu. Eu nunca te traí.
Eu sabia! Sua mentirosa, dizia que estava me traindo e na verdade estava fazendo transações imobiliárias…
Não só transações imobiliárias. Eu também atuava na área petroquímica.
Marisa!
Mandei construir a refinaria de Abreu e Lima, junto com o Hugo Chávez.
Mas você me dizia que o Hugo Chávez era só uma transa eventual…
 Mentira. Éramos parceiros comerciais.
 Não me diga que o Bittar também não era seu amante!
 Não era. Negociei com ele a compra do sítio em Atibai…
 Pára! Não quero ouvir mais nada! Quer dizer que todas as traições esses anos todos eram só uma desculpa para encobrir suas atividades junto a grandes empresários, testas de ferro e líderes bolivarianos?
 Sim, Luís. Eu e Fidel nunca tivemos nada. Foi tudo pelo porto de Mariel.
Não! O que eu fiz a Deus para merecer isso? Minha própria esposa, uma… uma… lobista e empreendedora internacional!
 E não só. Eu também sou capitalista.
Não repita isso, Marisa!
Ca pi ta lis ta. Sabe aquelas palestras gratuitas que você dava para melhorar as condições do proletariado na África? Eu cobrava milhões por elas.
 Não!
 Sim.
 Marisa, como você pôde fazer isso comigo? E todos os que votaram em mim, o que vão pensar agora?
Tem isso também. Eu trapaceei. Comprei horário na TV, comprei voto e enchi de grana de caixa 2 o rabo dos marqueteiros. Aquela eleição que você acha que ganhou… ela foi comprada por mim.
Marisa, eu quero o divórcio.
E tem também a Dilma.
Não me diga que você não tinha um caso com a Dilma!
Não, não tinha. Fui eu que a indiquei para a presidência, e, antes que você pergunte, sim, eu tenho influência no PT.”


E foi assim, doutor Sérgio. Exatamente assim que eu descobri tudo. O senhor me dá agora um abatimento na pena? Posso ficar em prisão domiciliar no meu sítio em… quer dizer, no sítio de uns amigos? E posso usar a tornozeleira no pulso? É que eu sinto uma falta do rolex…
                               Por: Eduardo Affonso
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário