Ultimas Noticias

Defesa de Lula enterra golpe no TSE


A defesa de Lula apresentou à Justiça prova incontestável de que ela tem obrigação constitucional e ética de lhe conceder o mesmo benefício que concedeu a outros candidatos réus em processos criminais. Além disso, os advogados do ex-presidente também provam que a ONU recomendou ao brasil que permita a candidatura do ex-presidente. A coluna da jornalista da Folha de São Paulo Mônica Bergamo noticiou que a defesa de Lula acaba de PROVAR ao Judiciário brasileiro que impedir Lula de ser candidato por estar preso é uma violação imoral da Constituição brasileira. A defesa de Lula na área eleitoral fez um levantamento dos candidatos que concorreram com o registro indeferido pela Justiça Eleitoral. De 145 eleitos em 2016, 70% conseguiram reverter a decisão depois do pleito, foram diplomados e tomaram posse. “Se tirar o Lula antes da disputa, a Justiça Eleitoral vai retirar dele a chance que deu a outros 145 candidatos em 2016. Terminada a eleição, vários indeferimentos se mostraram equivocados”, diz o advogado Luiz Fernando Pereira, que dá consultoria ao ex-presidente e ao PT. “Eles tomaram posse como prefeitos e hoje governam”, afirma Pereira, que visitou Lula na terça (3) junto com os advogados Cristiano Zanin e Eugênio Aragão. No vídeo a seguir, você poderá assistir a explicação do advogado Luiz Fernando Pereira, especialista em direito eleitoral. Além disso, a atuante defesa de Lula também desmascarou a mentira da mídia de que a ONU rejeitou o pedido do ex-presidente de uma medida cautelar para que ele possa ser candidato e para que seja libertado. O advogado Geofrey Robertson explica, no vídeo a seguir, o que realmente está acontecendo no processo que Lula move na ONU contra o regime brasileiro, que o encarcerou sem provas para tirá-lo da eleição presidencial de 2018. Vamos assistir.
                         Fonte : blogdacidadania.com.br

                 



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário