Ultimas Noticias

6/recent/ticker-posts

Enquete

Mulher morta por bala perdida em ação da PM voltava para casa com chocolates para filhos | Reconvale Noticias




Edneia Fernandes Silva, de 31 anos, que morreu após ser atingida por uma bala perdida na cabeça em Santos, no litoral de São Paulo, havia comprado chocolates de Páscoa para os seis filhos momentos antes do tiro. A Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-SP) informou, em nota, que a mulher foi baleada durante um confronto entre PMs e suspeitos, mas a família e testemunhas negam a versão.
Edneia foi baleada na última quarta-feira (27) enquanto estava sentada em um banco da Praça José Lamacchia, no bairro Bom Retiro, conversando com uma amiga. Ela foi levada até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Zona Noroeste e, em seguida, transferida à Santa Casa, onde permaneceu internada por um dia em estado grave. A morte foi confirmada na noite de sexta-feira (28).
Segundo o tio da vítima, Gilson Manoel da Silva, de 50 anos, a sobrinha tinha ido à costureira, deixado o filho no barbeiro e comprado os chocolates no mercado para presentear as 6 crianças. Quando voltara para casa, por volta das 18h, parou para conversar com uma amiga e foi atingida.
O que diz a família?
Gilson afirmou que a sobrinha foi morta ‘na maior covardia’ e quer saber se o estado se responsabilizará para ajudar o pai dos seis filhos de Edneia a criá-los sem a mãe.
“Isso acontece porque é favela. Acham que o pessoal lá não é ser humano, não é ninguém. Ela vai virar estatística. Vamos brigar, colocar advogado contra o estado, mas é isso, só a polícia tem razão e eles matam mesmo”, disse.

Postar um comentário

0 Comentários