Ultimas Noticias

6/recent/ticker-posts

Enquete

Mulher casa com o irmão da irmã e gera confusão; entenda!





Casamentos entre primos e membros da mesma família podiam ocorrer nos séculos passados, especialmente entre famílias ricas que não queriam "misturar sangues". No entanto, com o tempo, a prática deixou de existir, mas ainda há alguns casos.

Nesta semana, a advogada baiana Ariadne Barros, de 27 anos, causou a maior confusão na cabeça das pessoas ao revelar que casou com o irmão da irmã. Com isso, automaticamente eles seriam irmãos também, certo? Errado!

Ariadne e Carlos não têm qualquer tipo de parentesco e a relação não é um "incesto". Como isso é possível? A advogada explicou o caso em um vídeo no Instagram, a publicação viralizou nas redes sociais e já tem quase 2 milhões de visualizações.
Entenda a história
Antes de Ariadne nascer, o pai, Joarez, se casou com Jussara. Do relacionamento do casal, nasceu a primeira filha, Janine. Após algumas tentativas, o casamento não deu certo e os dois se separaram e foram recomeçar a vida, cada um para o seu lado.

Alguns anos depois, Joarez conheceu Adriane, os dois casaram e tiveram Ariadne. Assim como o antigo parceiro, Jussara também se apaixonou e casou novamente com o Carlos. Juntos, os dois tiveram um filho, o Carlos Júnior, marido de Ariadne.

Assim, a advogada é casada com o irmão (Carlos Filho) da irmã (Janine), mas não possuem nenhum parentesco com o marido.
Paixão de infância
De acordo com Ariadne, o amor entre os dois começou muito cedo. A advogada nasceu em Feira de Santana, na Bahia, e era adolescente quando conheceu e meio que se apaixonou pelo irmão da irmã. A "paixonite" ocorreu durante uma temporada de férias que ela passou em Salvador, onde Jussara morava com Janine e Carlos.

"Vinha visitar a minha irmã e ele morava na mesma casa. Todas as férias, desde criança eu passava aqui [ Salvador] e em uma dessas a gente se apaixonou", disse Ariadne em entrevista ao UOL.

Com apenas 13 anos, os dois começaram a namorar. Uma prima do casal tirou uma foto dos dois juntos e a família acabou descobrindo que estavam gostando um do outro.
Família tranquila
Mesmo com a "confusão" do parentesco (que não existe entre os dois), a família não foi contra o relacionamento e aceitou o casal sem problemas.

"Minha sogra já me conhecia desde bebê. Não havia ciúmes entre os sogros. Ninguém teve medo de nada, nenhum empecilho. Ao contrário, meus pais gostaram porque já conheciam ele, já conheciam a família e sabiam da índole dele", contou a advogada.

Durante algum tempo, o namoro foi a distância, já que Ariadne morava em Feira de Santana e Carlos em Salvador, mas, recentemente, eles finalmente se casaram.

Durante entrevista, a advogada também revelou que o avô por parte de pai não entende a situação toda, que diz que os dois são irmãos, mas sem ser agressivo e destacou que a família é tranquila e compreende o caso.

"Nossa família é todo mundo muito de boa. Ele é muito bem aceito na minha família. No último Natal, reunimos todo mundo. Acaba que é uma família só porque a gente tem uma irmã em comum. Meu avô, pai do meu pai, não entende. Já deixou para lá. Ele diz que não tem condição isso tudo, que somos irmãos, mas sempre de uma forma muito leve. Apesar de não entender, ele aceita que somos casados", concluiu.



Fonte: UOL

Postar um comentário

0 Comentários