Ultimas Noticias

6/recent/ticker-posts

Enquete

Chuvas devem chegar à Bahia a partir de domingo e avançar por todo estado ao longo da semana




As chuvas estão previstas para retornar à maior parte da Bahia a partir do início da próxima semana, conforme apontam de maneira unânime os modelos e institutos de meteorologia, tanto nacionais quanto internacionais. A expectativa por essas precipitações é grande em praticamente todo o estado, especialmente nos cerca de 150 municípios que enfrentam situação de emergência reconhecida em nível estadual, devido à estiagem prolongada que afeta as regiões Norte e Nordeste do Brasil.

O prognóstico obtido nas diversas fontes de previsão meteorológica nesta quarta-feira (13) aponta para a ocorrência de dias chuvosos no encerramento de 2023, ano caracterizado por temperaturas extremamente elevadas e por uma estiagem severa.

Uma Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) deve deixar o fim de ano bastante chuvoso na Região Sudeste e parte destas chuvas pode alcançar às áreas mais ao Sul e Oeste da Bahia. Também deve ocorrer, de forma simultânea, a atuação de uma Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), concentrando chuvas ao norte da Região Nordeste.

As previsões de acumulados variam e indicam que as chuvas devem ser generalizadas, porém, podem ocorrer com uma certa irregularidade. Os modelos indicam volumes abaixo de 100 mm em todas as regiões do estado até o dia 31, ao contrário do que indicavam há alguns dias, embora algumas localidades possam registrar temporais mais volumosos, com acumulados de até 200 mm.
As áreas ao oeste e toda a faixa de divisa com Minas Gerais, devem receber os maiores volumes, entre 60 e 90 mm, assim como o Extremo-Sul e todo Litoral, até Salvador. No restante do estado, os volumes devem ser menores, principalmente no Nordeste Baiano, onde geralmente não chove muito nesta época do ano.

Antes disso, uma nova onda de calor continuará mantendo as temperaturas elevadas em pelo menos 56 municípios da metade oeste do estado, com tendência de registros de máximas 5ºC acima da média até domingo (17), quando as condições devem começar a mudar. As primeiras chuvas devem chegar pelas extremidades do estado, tanto no oeste, quanto no litoral.

Com o avançar dos dias, as chuvas devem ficar mais intensas e atingir as áreas centrais até a véspera do Natal. Aos poucos, assim como uma cidade que fica por um tempo sem água, a umidade deve regressar às áreas mais secas da Bahia.

Com a crescente presença de nebulosidade, há a perspectiva de que as temperaturas apresentem uma redução considerável em relação às registradas nas últimas semanas. Tantos dias seguidos com temperaturas extremas prejudicaram ainda mais as condições climáticas em todo o estado.

A estiagem prolongada tem afetado de forma drástica a agricultura e a pecuária em todo o estado e a chuva vem sendo esperada para melhorar a disponibilidade hídrica. A população, especialmente nos municípios em estado de emergência, aguarda com otimismo esse revés nas condições climáticas, vislumbrando uma perspectiva mais favorável para o próximo ano.

Postar um comentário

0 Comentários