Ultimas Noticias

6/recent/ticker-posts

Enquete

Caixa libera pagamento do Bolsa Família com NOVOS VALORES HOJE (30/06); veja como receber | Reconvale Noticias




A Caixa Econômica Federal liberou o pagamento do Bolsa Família para um novo grupo de beneficiários nesta sexta-feira (30/06). O novo grupo poderá receber os recursos em sua conta social digital já com os novos valores aprovados.
De acordo com o calendário oficial do programa, receberão o repasse aqueles que possuem o NIS (Número de Identificação Social) com final 0.
A seguir, confira mais sobre as novidades do programa e saiba quanto os beneficiários vão receber a partir desse mês.
Caixa libera pagamento do Bolsa Família com novo valor
Este mês, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) aprovou novos valores para o pagamento do Bolsa Família. A partir de agora, os beneficiários poderão receber uma parcela ainda maior todos os meses.
Isso porque foram aprovados novos acréscimos ao programa, a fim de que famílias maiores possam receber mais. O pagamento dos novos bônus vai depender da composição familiar.
Desde março, as famílias que possuem crianças de até 6 anos de idade em sua composição, já estão recebendo um acréscimo de R$ 150 no benefício. No entanto, novos membros também serão contemplados. Confira quais são:
Gestantes;
Nutrizes;
Crianças entre 7 e 12 anos;
Adolescentes entre 13 e 18 anos incompletos.
Para estes grupos, o acréscimo será de R$ 50 no Bolsa Família. Além disso, é possível acumular os benefícios. Isso significa que quanto mais integrantes houver na família, maior será o pagamento mensal.
Por exemplo: se uma família tiver uma gestante, duas crianças de até 6 anos e um adolescente de 15 anos, os acréscimos serão de R$ 400. Mas quando somamos o mínimo do Bolsa Família, que hoje é de R$ 600, o total que a família vai receber na parcela mensal passa a ser de R$ 1 mil.
Como receber?
A Caixa Econômica é o banco responsável por realizar os repasses do programa Bolsa Família. Assim, disponibiliza os seus canais de atendimento para que os inscritos possam receber as parcelas.
Dessa forma, é possível sacar o benefício por meio das casas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui e caixas eletrônicos. Além disso, os beneficiários também podem movimentar os valores por meio do aplicativo Caixa Tem.
O app Caixa Tem dá acesso à conta social digital do cliente e permite que ele realize pagamentos, transferências, PIX, recarga de celular, bem como dá acesso a vários serviços bancários da Caixa.
Nesta sexta-feira (30), o banco encerra a rodada de pagamentos referente a junho, com o repasse para os beneficiários com NIS final 0.
No entanto, a Caixa já divulgou o calendário oficial do ano de 2023 e os beneficiários já poderão conferir quando o próximo repasse vai acontecer.
Como participar do Bolsa Família?
Para participar o Bolsa Família é necessário cumprir as regras do programa. Em primeiro lugar, o interessado deve se cadastrar no CadÚnico (Cadastro Único do Governo Federal). Através dele, o governo consegue identificar os dados de cada família e conceder o benefício para aqueles que se enquadram nas regras.
Para se cadastrar, o responsável familiar deve ir até o CRAS (Centro de Referência e Assistência Social) mais próximo da sua residência. Ele deve portar os seus documentos pessoais e um documento de cada integrante familiar.
Além disso, também é preciso se enquadrar no requisito da renda. Atualmente, para fazer parte do Bolsa Família, o grupo familiar deve ter renda mensal de até R$ 218 por pessoa.
Após se cadastrar no CRAS, basta aguardar uma nova seleção do governo. Isso porque a concessão é automática, de acordo com o orçamento da União, através da análise dos dados de quem é inscrito do CadÚnico.
Condicionalidades
Os participantes do programa também devem cumprir as condicionalidades do Governo Federal para garantir a continuidade dos pagamentos. Confira quais são:
Atualização da caderneta de vacinação de crianças, adolescentes e gestantes;
Crianças entre 4 e 5 anos deverão ter frequência escolar mínima de 60%;
Crianças a partir de 6 anos deverão ter frequência escolar mínima de 75%;
Gestantes devem fazer o pré-natal;
Realizar o acompanhamento nutricional das mulheres e crianças de até 7 anos.
O descumprimento das condicionalidades pode levar à suspensão ou ao cancelamento do benefício. Por isso, é importante que a família mantenha seus dados atualizados no CadÚnico e informe qualquer mudança na sua situação.


Postar um comentário

0 Comentários