Ultimas Noticias

6/recent/ticker-posts

Em Minas, Lula promete nova independência do Brasil, com 'dignidade e respeito ao povo'




O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) destacou, nesta quinta-feira (18), a necessidade de o Brasil conquistar a sua própria independência.
"Eu já entrei para o coração do povo mineiro. E quero que o Kalil saiba que nós vamos ser parceiros. Minas será um Estado forte, e eu estarei junto. Nós estamos de volta para fazer uma nova independência no país, que garanta a dignidade e o respeito para o povo", disse Lula.
"Eu já entrei para o coração do povo mineiro. E quero que o Kalil saiba que nós vamos ser parceiros. Minas será um Estado forte, e eu estarei junto. Nós estamos de volta para fazer uma nova independência no país, que garanta a dignidade e o respeito para o povo", acrescentou.
O ex-presidente também afirmou que a Petrobrás, o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal, o BNDES não serão privatizados. "Estarão a serviço do desenvolvimento deste País. Os Correios não serão privatizados. Este País tem que voltar para as maõis de homens e mulheres que sabem construir. Eu e Alckmin e Kalil não queremos governar, queremos cuidar como a mãe cuida de um filho".
A pesquisa Datafolha apontou que Lula venceria a eleição no primeiro turno. O petista continua com larga vantagem sobre Jair Bolsonaro (PL) na Região Nordeste e entre as pessoas de menores salários.
De acordo com os números, o ex-presidente tem mais de 15 pontos de vantagem para Bolsonaro em um eventual segundo turno.
No estado de São Paulo, Fernando Haddad (PT) ficou na liderança, com quase 40% dos votos.
No estado do Rio de Janeiro, o governador Cláudio Castro (PL) e Marcelo Freixo (PSB) estão empatados tecnicamente.
Em Minas Gerais, o governador Romeu Zema (Novo) e Alexandre Kalil (PSD) continuam disputando as duas primeiras posições.

Postar um comentário

0 Comentários