Após desistência de Bivar, Lula trabalha para reduzir o número de candidaturas e vencer logo no primeiro turno; Veja mais | Reconvale Noticias


A desistência de Luciano Bivar (União Brasil) da corrida presidencial e a provável saída de André Janones (Avante) do páreo – já dada como certa nos meios políticos – demonstram a movimentação nos bastidores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para reduzir número de candidaturas e liquidar a eleição ainda no primeiro turno.

No momento, apesar de a mais recente pesquisa Datafolha mostrar um quadro de vitória de Lula no primeiro turno, as campanhas avaliam que a maior probabilidade é de que a eleição vá para o segundo turno, numa disputa com o presidente Jair Bolsonaro.

Bivar, até então pré-candidato, anunciou a desistência em convenção nacional do União Brasil neste domingo (31). Ele ainda não definiu quem vai apoiar no primeiro turno. O partido tem indicado que vai optar pela neutralidade, porque há diferentes interesses nos estados, onde líderes do União Brasil se dividem entre Lula e Bolsonaro.

O apoio do União Brasil é cobiçado pelos candidatos ao Planalto, entre outros motivos, pelo fato de o partido ter direito à maior fatia do tempo de propaganda eleitoral na TV. Segundo fontes do PT ouvidas pelo blog, as conversas com Bivar ocorrem a semanas.

Tratativas com Janones


Janones tem uma reunião marcada com Lula na quinta-feira (4). Na ocasião, é esperado que ele desista da candidatura e anuncie apoio ao ex-presidente. Na pesquisa Datafolha da semana passada, o candidato do Avante cravou 1% nas intenções de voto. Os dois já haviam se reunido pessoalmente em julho, conforme relatou Janones.


O interesse de Lula em Janones se justifica por causa de Minas Gerais. Janones é deputado federal pelo estado e tem força eleitoral na região. Vencer no segundo maior colégio eleitoral do país é considerado essencial pelo ex-presidente. Por Ana Flor/G1

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem