Ultimas Noticias

6/recent/ticker-posts

Bolsonaro está próximo de acordo com partido importante para tentar barrar o PT; saiba detalhes | Reconvale Noticias



O presidente Jair Bolsonaro (PL) esteve em São Paulo para convenção que tornou oficial a candidatura do ex-ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos), para o governo de São Paulo.
No entanto, na viagem à capital paulista, o presidente aproveitou para fazer articulações que podem aproximá-lo de um adversário de Tarcísio nas urnas - tudo para barrar o PT, que lidera as pesquisas de intenção de voto com o ex-prefeito e ex-ministro da Educação Fernando Haddad.
Baiana Amanda Nunes recupera cinturão peso-galo em luta emocionante
Bolsonaro insistiu que Tarcísio fosse candidato para ter um palanque Bolsonarista no estado que tem o maior colégio eleitoral do país, 34.667.793 eleitores e eleitoras aptos a votar nas Eleições de 2022. O número é mais de 70% dos 49.276.897 que o presidente teve no primeiro turno das eleições de 2018.


No entanto, a saída de João Doria (PSDB) da candidatura à presidência mudou um pouco o cenário local: Rodrigo Garcia (PSDB), atual governador, não dará mais palanque ao antigo desafeto de Bolsonaro e ficou com caminho livre para apoiar outra candidatura.
Ou, ao menos, não precisa mais agredir Bolsonaro. E aí está a possibilidade para os dois lados: um pacto de não-agressão, voltando as atenções para Fernando Haddad e o PT.
Segundo o site Metrópoles, Políticos do PL e do PP, partidos da coligação de Bolsonaro, já apoiam à reeleição de Garcia, o que tem contribuído para a aproximação.


Coordenador da campanha do pai, o senador Flávio Bolsonaro (PL), tem conversado com aliados de Garcia sobre a importância de ambos caminharem juntos em um eventual segundo turno contra o PT.
O filho 01 do presidente sabe que, para derrotar Lula (PT), o atual presidente teria que contar com os votos dos eleitores tucanos de São Paulo.

Garcia, por sua vez, tem forte atuação junto ao eleitorado conversador do interior paulista, majoritariamente antipetista, e já adota um discurso alinhado ao bolsonarismo, especialmente na área da segurança pública.

“Não tenho dúvida que se esse for o cenário do segundo turno nós teremos o Bolsodrigo”, disse, ao Metrópoles, um aliado do tucano, atualizando o nome da dobradinha Bolsodoria das eleições de 2018.

Postar um comentário

0 Comentários