Comerciante constrói o próprio jazigo em cemitério, põe foto e até aponta data de morte: ‘em breve’ | Reconvale Noticias




A construção de um jazigo no cemitério de Vila Mendes, em Limoeiro, interior pernambucano, no mínimo inusitada, deixou o proprietário da obra “famoso” na cidade de pouco mais de sete mil habitantes. Isso porque o comerciante Cleyton de Melo Souza, de 36 anos, e que está vivo foi quem ergueu o próprio jazigo, com foto colorida e a frase “em breve” no local designado para a data do óbito.
“Não tenho medo de morrer. Estou esperando por ela [a morte]”, disse Cleyton Melo de Souza ao G1. Pai de três filhos, de 6, 11 e 18 anos, Cleyton é dono de uma padaria localizada em Mendes, distante seis quilômetros do Centro de Limoeiro. Na localidade, a vida é bem tranquila e o celular nem sempre pega direito.
Com boa saúde e tranquilo quanto aos negócios, ele disse que pensou na obra da própria tumba para “ser homenageado ainda em vida”. “Eu ia ao cemitério para acompanhar enterros e ficava pensando nas pessoas que estavam lá, num cantinho, e ninguém via. Eram homenagens discretas. Aí, fiz a minha tumba para ver as pessoas me homenageando de verdade”, afirmou o comerciante que se divertiu com a situação.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
-- Composite Start -->