Galego de 38 na mão morre durante fogo cruzado com a polícia em Japu distrito de Ilhéus | Reconvale Noticias




Na manhã desta sexta-feira (13), Rodrigo Novo Fernandes, suspeito de integrar a organização criminosa denominada Raio A, foi morto em direto confronto com policiais militares e civis, em Auto de Resistência ocorrido em Japu, distrito de Ilhéus. Rodrigo funcionava como uma espécie informal de armeiro, isto é, fabricando e consertando armas de fogo em favor do crime.
Os policiais cumpriam um mandado de busca e apreensão, mas foram recebidos a tiros por Rodrigo. Os agentes revidaram e o alvejaram. Ele ainda foi socorrido para o Hospital Regional Costa, mas não resistiu aos ferimentos.
Na ação policial, vasto material o crime foi apreendido, tais como máquinas de tornearia mecânica, máscara de soldador, cilindro de oxigênio, fardamento com coldre acoplado, colete balístico, balaclavas, luvas, pinos para colocar numeração em armas e balança de precisão.
Além disso, duas pistolas de calibre 9mm, dois revólveres de calibres .22 e .38, uma espingarda, uma réplica de metralhadora de calibre 6mm e diversas munições.
O material apreendido foi apresentado na Coordenadora da Polícia Civil em Ilhéus, bem como na Corregedoria da PM no município. Rodrigo era morador da Rua Campos Sales, no bairro Califórnia, em Itabuna e era popularmente conhecido como Galego. //Do VerdinhoItabuna

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem