Lula: mentalidade de quem fez a reforma trabalhista é "escravocrata"




O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a defender, nesta quinta-feira (12), a retomada de direitos para os trabalhadores e criticou a reforma trabalhista, ao dizer que seus autores têm uma "mentalidade escravocrata".

"A mentalidade de quem fez a reforma trabalhista, a reforma sindical, é a mentalidade escravocrata, de quem acha que sindicato não tem que ter força, não tem representatividade. No mundo desenvolvido em que você tem economia forte, você tem sindicato forte, em qualquer país do mundo. Se você tiver economia forte você tem sindicato forte", afirmou o ex-presidente, que participou da quarta edição do SindiMais.
A "mentalidade escravocrata" citada pelo ex-presidente se reflete nas declarações feitas por Jair Bolsonaro (PL) - em mais um crime de racismo, ele disse que o negro é pesado em arrobas. 

Em seu discurso, Lula destacou a necessidade de o País retomar os investimentos públicos. "Não haverá teto de gastos no meu governo. Não que eu vá ser irresponsável, gastar para endividar o futuro da nação. Vai ter que gastar no que é necessário", afirmou.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem