Jerônimo critica, ACM silencia e Roma defende perdão de Bolsonaro a Daniel | Reconvale Noticias




Os pré-candidatos ao governo da Bahia adotaram posicionamentos diferentes sobre a decisão do presidente Jair Bolsonaro (PL) de perdoar o deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), que foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a 8 anos e 9 meses de prisão, em regime inicialmente fechado.

Em uma publicação no Twitter, o pré-candidato do PT, Jerônimo Rodrigues, repudiou a decisão de Bolsonaro.

“É inconstitucional, incentiva a violência e estimula novos ataques contra a democracia. É mais um escândalo protagonizado por Bolsonaro. As eleições presidenciais têm dois lados bem definidos. Como pré-candidato a governador, estou do lado da melhor opção para a Bahia: Lula. Do outro lado, nem todo mundo tem coragem de assumir que está com Bolsonaro”, disse o petista.

Candidato de Bolsonaro na Bahia, o deputado federal João Roma (PL) defendeu a posição do presidente. “Parabéns ao nosso presidente Jair Bolsonaro, que, assim, zela pelos princípios democráticos e de liberdade em nossa República”, escreveu ele.

Já o pré-candidato ao governo, ACM Neto (UNIÃO) não se manifestou nas redes sociais digitais. Perguntado pelo pelo WhatsApp sobre o seu posicionamento, ACM Neto também não respondeu.
                                                              Fonte : Criativa online

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem