Laudo revela a causa da morte da cantora Paulinha Abelha





Depois de tantas incógnitas sobre a morte de uma das cantoras mais respeitadas do mundo do forró, Paulinha Abelha (1978-2022), o laudo oficial da causa do falecimento da artista foi divulgado no início da tarde desta quinta-feira (31).


De acordo com o médico perito Nelson Bruni Cabral, que foi responsável pelo parecer da cantora, “as lesões renais apresentadas pela paciente não possuem relação com uso de medicamentos”. Ainda de acordo com o documento, o sistema interno de Paulinha estava com “processo infeccioso no Sistema Nervoso Central”.


Outra informação importante é que a morte da ex-vocalista da Calcinha Preta não foi ocasionada pelos medicamentos que a nutricionista tinha prescrito, além dos medicamentos que ela utilizou nos hospitais no quais foi internada.


CONFIRA O LAUDO NA ÍNTEGRA:
O presente parecer médico teve como objetivo apurar qual a patologia que motivou a internação e culminou com o evento morte da paciente Paula de Menezes Nascimento Leca Viana.


De acordo com a documentação analisada, as lesões renais apresentadas pela paciente não possuem relação com uso de medicamentos.


Baseado nos documentos médicos analisados, a lesão hepática não possui nexo causal com os medicamentos prescritos pela Clínica Cavallaro e durante a internação Hospitalar (Hospitais UNIMED e Primavera).


Exames realizados (Liquor) evidenciam uma infecção em Sistema Nervoso Central, com a celularidade demonstrando a hipótese diagnóstica de uma Meningite.


Não foi evidenciado a presença de conduta médica inadequada durante sua internação Hospitalar (Hospitais UNIMED ou Primavera). O tratamento instituído pelos citados Hospitais seguiu o protocolo específico e bibliografia médica atual, porém, houve uma rápida evolução para o óbito.


Os medicamentos prescritos pela Clínica Cavallaro e durante a internação Hospitalar (Hospitais UNIMED e Primavera), não causaram lesões e/ou intoxicação na paciente, ou seja, não existe nexo causal entre os medicamentos prescritos e o evento óbito. //BNews

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem