Após alerta de assessores, Lula teme ser assassinado durante campanha presidencial | Reconvale Noticias


Durante entrevista à rádio Espinharas, da cidade de Patos, na Paraíba, na última terça (15), o ex-presidente e pré-candidato a presidência do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse ter medo de ser assassinado durante sua campanha deste ano. De acordo com informações do BNews, Lula explicou que tem ficado mais atento aos temores de seus assessores e lembro que o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, afirmou não duvidar que grupos radicais ligados ao presidente Jair Bolsonaro (PL) tentem assassiná-lo durante eventos de campanha. “Veja, todo mundo sabe o tipo de político que é o Bolsonaro. Um cidadão que não é capaz de fazer um gesto para a educação, um cidadão que não é capaz de fazer um gesto para combater a pandemia e a Covid, até hoje ele não acredita na vacina, até hoje ele acha que a Covid era uma gripezinha, até hoje ele não foi solidário a nenhuma criança, nenhum velho, nenhuma pessoa que morreu de Covid, um presidente que não gosta de sindicato, um presidente que não gosta de mulheres, um presidente que não gosta de quilombolas, não gosta de negros, não gosta de estudantes”, disse Lula.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
-- Composite Start -->