'Risco de morrer no interior é proporcional ao de cidades grandes', diz pesquisador brumadense | Reconvale Noticias




Em matéria no jornal A Tarde, o pesquisador e professor do Instituto de Física da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Caio Porto, disse que o risco de morrer no interior é proporcional ao de cidades grandes. Ele explicou que, apenas quando se trata de homicídios, as metrópoles são mais perigosas. Estudo realizado pelo pesquisador brumadense junto ao Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para Saúde (Cidacs/Fiocruz Bahia) analisou 742 cidades entre 2012 e 2016 - mais de 100 delas estão no Brasil. “Queremos entender se as cidades da América Latina e dos Estados Unidos são protetivas, elas têm mais vantagens ou desvantagens para determinados desfechos? Então, nosso estudo não traz uma causalidade para os nossos resultados. Não faz uma análise para chegarmos a essas conclusões, o que, certamente pode ocorrer, mas isso precisa ser investigado, e aí depende de cada região”, explicou.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem