Homem bota fogo na própria mulher e se mata em Cataguases | Reconvale Noticias




Uma mulher de 45 anos morreu neste sábado (5/2) em Cataguases, na Zona da Mata, após ter o corpo incendiado pelo próprio marido, de 53 anos. Ele se matou na sequência. O crime ocorreu na sexta-feira (4/2), na sede da empresa da família, no Bairro Paraíso.
Advogada foi levada ainda com vida para o Hospital Cataguases Casa de Misericórdia. onde veio a falecer
Uma ligação anônima avisou a Polícia Militar de que um casal estava tendo uma discussão muito acalorada e, segundo o informante, em decorrência da briga, a mulher teria sido queimada.
Assim que a polícia chegou ao local, o suspeito de atear fogo correu para um galpão, onde se trancou. Os policiais correram atrás e pediram para que o homem abrisse a porta e se entregasse. No entanto, como não obtiveram resposta, arrombaram o local, e lá dentro, encontraram o homem pendurado numa corda.
Enquanto isso, a mulher, que ainda estava viva, mas com graves queimaduras, foi socorrida e levada para o Hospital Cataguases Casa de Misericórdia, onde morreu.
Testemunhas contaram aos policiais que tentaram socorrer a mulher, que era advogada, mas foram impedidas pelo marido, que fazia ameaças a quem se aproximasse.
O corpo da advogada foi sepultado no Cemitério São José, depois de ter sido velado na Capela São Cristóvão. A Polícia Civil tenta descobrir o que motivou o crime.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem