Carta de pastor que alegou que ressuscitaria é revelada e mostra pedido atípico: ‘ficarei morto por três dias’ | Reconvale Noticias




O caso do pastor Huber Carlos Rodrigues chamou a atenção do Brasil. Isso porque, em carta escrita no ano de 2008, o religioso afirmou que, assim que morresse, ressuscitaria no terceiro dia após a sua morte. O fato, ocorrido na pequena cidade de Goiatuba, sul de Goiás, foi amplamente divulgado por todo o país. Huber faleceu na última sexta-feira (22), por complicações cardiorrespiratórias.
A família do pastor, em especial a viúva, não permitiram que o corpo fosse imediatamente enterrado após a morte. A funerária recebeu a decisão dos familiares na sexta, dia da morte do pastor, e precisou manter o corpo armazenado em local refrigerado até que a profecia se cumprisse.
Huber Carlos Rodrigues foi enterrado na madrugada desta terça-feira (26), logo após o prazo de três dias para a ressurreição ser encerrado.
Carta de pastor é divulgada
Em documento escrito e assinado pelo próprio Huber, em 2008, verificado por duas testemunhas, o pastor detalha os seus “indicativos” para a ressurreição e afirma que o próprio Espírito Santo fez as revelações de que ele passaria pelo que chamou de “mistério de Deus”. Nisso, o religioso, ao morrer, ressuscitaria três dias depois, às 23h30.
Na carta, Huber fez um pedido direto a quem cuidasse da sua morte: a integridade física precisaria estar completamente preservada. “Eu ficarei morto por 03 (três) dias, sendo que no 3º dia, às 23h30, eu ressuscitarei”, disse o pastor em sua carta, alegando que Deus já teria preparado tudo para que ele passasse pela experiência.

Sob muita expectativa dos fiéis à porta da funerária, Huber não ressuscitou após o fim do prazo estipulado. A família então enterrou o corpo do religioso na madrugada de terça, quando centenas de pessoas acompanharam o sepultamento do homem.

Fonte: 1 News  joseleitefilho.com.br

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem