Investigação da Prevent Senior pode atingir o governo Bolsonaro, segundo avaliação da CPI da Covid | Reconvale Noticias




A avaliação corrente entre senadores da CPI da Covid é que pode haver relação da Prevent Senior com o governo Bolsonaro, principalmente pela suspeita de o Ministério da Saúde ter usado um protocolo da operadora para incentivar a utilização do chamado kit covid, com remédios ineficazes contra a doença.
Por isso, os senadores do grupo majoritário da CPI já trabalham com a possibilidade de adiar por mais tempo a conclusão das atividades da comissão.

Novos fatos trazem mais uma vez para o foco das investigações da CPI a atuação do gabinete paralelo do Ministério da Saúde, grupo de médicos que assessorava informalmente Jair Bolsonaro e defendia tratamentos sem eficácia contra a Covid-19.
Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, o ponto de ligação entre a Prevent Senior e o gabinete paralelo estaria principalmente nos médicos Nise Yamaguchi e Paolo Zanotto.

Para o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da comissão, os novos depoimentos serão decisivos para entender a participação do grupo e a relação da Prevent com o governo Bolsonaro.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem