Sortudo: Cinco anos depois, contador recupera moto furtada em Brumado


Em 29 de julho de 2016, o técnico em contabilidade, Denisvaldo Silva de Araújo teve sua motocicleta furtada nas imediações da Feira Livre, em Brumado. Na época, sua moto, uma CG 1999 na cor verde. O veículo foi comprado em uma loja da Honda pelo próprio contador. No dia do furto, Denisvaldo conta que ele parou em um bar da Feira, para tomar cerveja com amigos e, uma hora depois, ao retornar ao local, não encontrou mais a motocicleta. "Era um feriado de São Pedro, lembro muito bem. Estava de folga e fui tomar umas com uns amigos, deixei minha moto estacionada e no retorno não encontrei mais. No mesmo dia busquei por imagens de câmeras, mas não havia", conta. Ainda no mesmo dia, ele compareceu à Delegacia de Brumado e comunicou o furto da sua CG com placa JMU-1778. De lá para cá, se passaram cinco anos, e por ironia do destino, numa manhã de 2021, mas desta vez em uma quarta-feira, 21 de julho, por volta das 10h40, quando ele andava pelas ruas do centro, passou em frente à uma oficina mecânica e se deparou com um veículo com as mesmas características que o seu, inclusive com a mesma placa. "Eu iria ao SAC e passei de frente a esta oficina, lá dentro eu percebi que tinha uma moto idêntica com a minha. Me aproximei, vi a placa igual, olhei mais, vi as características, chamei o dono da oficina e disse a ele: 'essa moto é minha'", conta Araújo. Em seguida conforme o contador, o proprietário da loja acionou o 'suposto dono', no qual o mesmo compareceu minutos depois e afirmou que comprou a moto no município de Aracatu pelo valor de R$ 3.500. "Nós fomos todos pra delegacia, e lá ele [suposto dono] disse que tinha o documento da moto. Mas como eu tinha os originais e o boletim de ocorrência, a Polícia confirmou que era a minha moto. E hoje estou com ela", afirmou. De acordo com Denisvaldo, em depoimento à Polícia, o suposto dono não soube afirmar em qual cidade foi que ele comprou a moto. "Ele disse ao delegado que comprou a moto em Aracatu, depois falou que foi em Barra da Estiva. Também disse que já veio à Brumado por três vezes e afirmou que já estava com a moto a cerca de um ano", detalhou Araújo. Ainda conforme o contador, a Polícia Civil abriu um inquérito e apreendeu os documentos falsos que estavam com o suposto comprador. Feliz da vida com o resultado, Denisvaldo contou ainda que esse não foi o primeiro prêmio com a moto. "Essa placa inclusive já meu deu prêmios em dinheiro, porque eu sempre jogava os números no Jogo do Bicho, e já ganhei", disse o contador.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem