"As cores nacionais são nossas”, diz Freixo: 'o verde e amarelo não podem ser sequestrados por um ditador'


O deputado federal Marcelo Freixo (PSB-RJ) falou à TV 247, por meio do jornalista Marcelo Auler, neste sábado (3) diretamente do ato pelo "Fora Bolsonaro" no Rio de Janeiro.

O parlamentar, que veste uma camiseta verde e amarela com o escudo do Flamengo, brincou ao dizer que a vestimenta representa "duas nações juntas".

Freixo afirmou fazer questão de vestir o verde e amarelo neste dia, já que as cores brasileiras estão sendo sequestradas por Jair Bolsonaro e seus apoiadores. "Eu estou fazendo questão de estar com a camisa do Brasil. Porque essas cores precisam representar a unidade e a alegria do povo, e não a divisão e o ódio. Essas cores pertencem ao povo brasileiro, e não a um ditador de plantão".


"Hoje nosso encontro é para libertar o Rio e o Brasil das milícias, da corrupção e do extermínio. Vamos lutar para que as cores do nosso país representem a união em defesa da vida, dos direitos do nosso povo e da democracia. O Brasil é muito maior do que Bolsonaro!", escreveu Freixo pelo Twitter.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem