Luis Miranda pede prisão de quem impediu acesso de seu irmão ao sistema da Saúde: “estamos lidando com um grupo perigosíssimo”

“A Polícia Federal tem que ir lá para dentro agora. Descobrir quem deu a ordem, prender essas pessoas”, cobra o deputado. Em áudio, o irmão demonstra receio com o episódio: “sei lá do que esses caras são capazes né, de alterar um documento meu, assinado, dizendo que eu prevariquei”


Depois de denunciar que seu irmão foi banido do sistema do Ministério da Saúde, após denunciar um esquema de corrupção na compra de vacina, o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) cobrou a prisão dos responsáveis pelo bloqueio. Em um vídeo, exibido na CNN, ele pede que a Polícia Federal vá lá “descobrir quem deu a ordem, prender essas pessoas”.

“Nós não sabemos o que esse grupo fez por trás, para impedir seu acesso, o que estão fazendo lá dentro e por que impedir que ele tenha acesso a documentos tão importantes no meio de uma investigação como essa, onde ele é testemunha de uma denúncia gravíssima de possível corrupção dentro do Ministério da Saúde talvez ocultada pelo Palácio do Planalto”, diz o deputado.

“Estamos lidando com um grupo perigosíssimo. A Polícia Federal tem que ir lá para dentro agora. Pegar a área de TI da PF, de perícia, descobrir quem deu a ordem, prender essas pessoas…”, continuou.


Na última sexta-feira (25), Miranda revelou em depoimento na CPI da Covid que o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), foi citado por Jair Bolsonaro como sendo o comandante do esquema.

Em outro vídeo, o deputado revela um áudio do irmão, o servidor Luis Ricardo Miranda, o autor original da denúncia. No áudio, o servidor demonstra receio sobre o que podem fazer com seus dados:


“Uai, se eles estão me tirando do sistema, estão mexendo nos meus dados, estão investigando minha vida inteira, sei lá do que esses caras são capazes né, de alterar um documento meu, assinado, dizendo que eu prevariquei. Que eu fiz qualquer outra coisa ilegal, entendeu. Esses caras estão tendo acesso aos meus dados pessoais”.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem