Câmara aprova PL que dá nome de Herzem Gusmão à nova Estação de Transbordo da Lauro de Freitas | Reconvale Noticias

Ticker

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget

Câmara aprova PL que dá nome de Herzem Gusmão à nova Estação de Transbordo da Lauro de Freitas | Reconvale Noticias


A Câmara Municipal de Vitória da Conquista já concluiu a tramitação do Projeto de Lei 24/2021 que denomina o novo terminal de transporte coletivo da Avenida Lauro de Freitas como Estação de Transbordo Herzem Gusmão Pereira. O PL foi dado entrada no dia 23 de março e lido no dia seguinte, sendo encaminhado para apreciação da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final, da qual recebeu parecer favorável.

De autoria da Casa Legislativa, o Projeto de Lei, aprovado por unanimidade, está aguardando sanção da prefeita Sheila Lemos (DEM). O nome é uma homenagem ao ex-prefeito Herzem Gusmão Pereira (MDB), vítima da Covid-19. Ao lado da vice-prefeita Irma Lemos (PTB), ele governou Vitória da Conquista de 2017-2020.

Segundo o presidente da Câmara, Luís Carlos Dudé, essa é uma homenagem justa a um cidadão e trabalhador exemplar, sempre cumpridor de seus deveres e atento às necessidades de aprimoramento da sociedade. “Enquanto homem público e gestor, Herzem demonstrou imensurável amor por Vitória da Conquista e dedicou-se diuturnamente ao progresso de sua cidade, alcançando notável êxito em várias frentes e projetos”, justificou, acrescentando que a obra foi capitaneada pelo ex-prefeito, com a digital da Câmara de Vereadores, portanto, “nada mais justo que seu nome seja dado à Estação de Transbordo, que passa a ser Estação de Transbordo Herzem Gusmão Pereira”.

O vereador Edjaime Rosa Bibia (MDB), Líder da Bancada de Situação, aponta que Herzem realizou obras revolucionárias que justificam a honraria. “Um homem que veio revolucionar Vitória da Conquista. Grandes obras foram construídas em nossa cidade. Para mim é uma justa homenagem que Conquista pode fazer”, avaliou Bibia.

Líder da Oposição, o vereador Valdemir Dias (PT) destaca que a Câmara recebeu vários pedidos para que a Estação de Transbordo recebesse o nome de Herzem. “Após a morte do prefeito Herzem houve muitos pedidos para esta Casa colocar o nome do mesmo, que passará a se chamar Estação de Transbordo Herzem Gusmão Pereira”, revelou Dias.

A HISTÓRIA – O ex-prefeito Herzem Gusmão Pereira nasceu em Vitória da Conquista em 2 de junho de 1948. É filho de Eunildo Gusmão Pereira e Zilda Gusmão Pereira e casado com a professora Luci Freire Gusmão, com quem tem três filhos. No decorrer da sua vida profissional, atuou como Gerente da Associação de Poupança e Empréstimo da Bahia (ASPEB), em 1981, e também no Banco Econômico, em 1984, além de ter sido gerente das Lojas Unilar.



Formou-se em Direito em Montes Claros em 1985, mas escolheu o jornalismo como profissão, sendo um dos mais importantes nomes do rádio conquistense por mais de quatro décadas. Herzem se especializou em Comunicação e Jornalismo pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) e entrou para a política em 2008, quando disputou a primeira eleição para prefeito. Em 2010 disputou uma cadeira na Câmara dos Deputados e novamente o cargo de prefeito, em 2012. Em 2014, foi eleito deputado estadual suplente, assumindo o mandato em março de 2015 – onde ficou por 15 meses.

Na Assembleia Legislativa da Bahia, assumiu a vice-liderança da oposição entre março de 2015 e março de 2016, foi vice-presidente da Comissão de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviço Público; titular das comissões: Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e Serviço Público; Direitos Humanos e Segurança Pública; Finanças, Orçamento, Fiscalização e Controle; Especial de Desenvolvimento Regional; Especial Desporto, Paradesporto e Lazer; e suplente da comissão Saúde e Saneamento.

Em 2016, ao lado da então vereadora Irma Lemos (PTB), voltou a se candidatar a prefeito de Vitória da Conquista, sendo eleito no segundo turno para o mandato de 2017-2020, com 95.710 votos. Reeleito para o segundo mandato, em 2020, dessa vez ao lado de Sheila Lemos (DEM), Herzem obteve 97.364 votos, a maior votação da história do município. Ele governaria o município pelo período de 2021 a 2024, mas em dezembro de 2020 foi diagnosticado com COVID-19, sendo hospitalizado no dia 07 do mesmo mês por complicações decorrentes da doença. No dia 26, foi transferido para o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. O então prefeito morreu no dia 18 de março de 2021.
                                           Fonte : www.blogdorodrigoferraz.com.br

Postar um comentário

0 Comentários