Diretor acompanha relatora e vota favorável à liberação de vacinas



 O diretor da Anvisa Romison Mota seguiu a relatora e também se posicionou a favor da liberação do uso emergencial das vacinas do Butantan e Fiocruz.

No voto, ele citou o grave cenário de pandemia e "indicativo de colapso" na rede de saúde como fatores que levam à aprovação.

Para a Coronavac, a intenção é liberar para uso emergencial à população 6 milhões de doses do imunizante com seringas preenchidas. Já quanto à AstraZeneca, vacina da Oxford, serão 2 milhões de doses. Dados apresentados pela Anvisa demonstraram os compromissos dos fabricantes das vacinas com a segurança e os riscos do uso após uma eventual aprovação.

Tanto a aprovação da Coronavac quanto a da Oxford está condicionada à revisão periódica do imunizante e ao acompanhamento de incertezas levantadas ao longo do período de testagem. Meiruze avaliou que os benefícios são maiores do que os riscos.

Todas as áreas técnicas deram parecer favorável à autorização de uso emergencial das vacinas.   

                                            Fonte  Bocão News

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem