Baiana de 10 anos junta dinheiro por 7 meses e doa valor para UPA que trata pacientes com Covid-19: 'Queria ajudar' - Reconvale Noticias

Notícias de Última Hora

Baiana de 10 anos junta dinheiro por 7 meses e doa valor para UPA que trata pacientes com Covid-19: 'Queria ajudar'

Uma menina de 10 anos, moradora da cidade de Teixeira de Freitas, no extremo sul da Bahia, emocionou funcionários da Unidade de Pronto Atendimento local, depois que doou todo dinheiro que vinha economizando há sete meses no cofrinho, para ajudar no combate à pandemia do coronavírus. A doação aconteceu na última sexta-feira (14).
A pequena Maria Oliveira vinha juntando em um cofrinho todo o dinheiro que ganhava da mãe e dos avós, com o objetivo de abrir uma poupança.

"Para uma dia, se precisar, a gente ter um dinheirinho guardado", contou. Com a pandemia, entretanto, ela se sensibilizou com a situação na cidade e resolveu ajudar: decidiu doar os R$ 120 que conseguiu juntar para a UPA.

“Porque as pessoas vão lá primeiro para fazer o exame, e depois vão para outros hospitais. Eu queria ajudar de alguma forma e dei o dinheiro", explicou a menina.

Luciana Fonseca, diretora da unidade de saudê, disse que o ato da menina emocionou todos no local.

“Quando ela chegou aqui, foi emocionante. Ela não cabia dentro dela, de vontade de fazer. Enquanto ela estava aqui fora, estava muito agoniada, e isso pra gente foi uma coisa muito boa, porque vimos que era ela que estava querendo doar. Não tinha interferência de pai, mãe, nem de ninguém. Era ela, a vontade era dela e ela queria fazer aquilo ali mais do que tudo. Então foi muito gratificante", disse.

"Os funcionários ficaram emocionados quando a gente contou. Quando eu coloquei na rede aqui da unidade, todo mundo ficou encantado de ver que, com tão pouca idade, um pensamento tão longe. Foi muito bom", acrescentou.

Luciana já sabe como o dinheiro doado por Maria será usado. "Esses R$ 120 nós vamos transformar agora em um termômetro digital, que é o que a gente hoje mais usa, mais gasta, tendo uma rotatividade muito grande, e é uma coisa que a gente está sempre trocando. Então, nós vamos aplicar esse dinheiro nesse termômetro, revelou.
A servidora pública Elizete Oliveira, mãe de Maria também se emocionou com o ato da filha e disse que chegou a propor rachar a doação com a menina, mas que ela não aceitou e quis entregar todo o dinheiro que ela economizou.


“Ela poderia comprar outras coisas, mas ela disse que precisava ajudar. E eu, como mãe, tinha que abraçar essa causa, porque é uma prova do que eu estou ensinando a ela, é esse o ensinamento, buscar sempre o ensinamento do Senhor”, disse.
Com a doação, a prefeitura de Teixeira de Freitas presentou Maria com uma placa, reconhecendo ela como "amiga da UPA".
O texto na placa diz: "A prefeitura de Teixeira de Freitas, através da Secretaria de Saúde, reconhece Maria Oliveira Alves como amiga da UPA, por sua doação a esta unidade". Até o início da tarde desta quinta-feira (20), Teixeira de Freitas havia registrado mais de 2,8 mil caso de Covid-19, com 59 mortes. // G1

Nenhum comentário