Notícias de Última Hora

VÍDEO: Marinha indica que efeitos do “ciclone bomba”, que matou 4, podem chegar na Bahia

VÍDEO: Marinha indica que efeitos do “ciclone bomba”, que matou 4, podem chegar na Bahia

Os efeitos do ciclone bomba poderão atingir outros estados além da região sul do país, informou a Marinha nesta terça-feira (30). De acordo com o comunicado, ventos de até 88 km/h podem chegar à faixa litorânea entre os estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, ao sul de Arraial do Cabo, até a noite desta quarta (1º). 
Também há chance de ondas de três a quatro metros de altura em alto mar entre o Rio de Janeiro e a Bahia, ao sul de Caravelas, entre quarta e a manhã da sexta-feira (3). O órgão também alerta que a aproximação de uma frente fria poderá provocar rajadas de vento de até 74 km/h na faixa ao norte de Arraial do Cabo até o sul de Guarapari, no Espírito Santo. A Marinha pede aos navegantes que consultem o portal do Centro de Hidrografia antes de irem ao mar. O ciclone bomba atingiu Santa Catarina nesta terça-feira (30), deixando três mortos e mais de um milhão de imóveis sem energia elétrica.
4 mortes no Sul
Ao menos quatro pessoas morreram após a formação de um “ciclone bomba” (ou ciclone extratropical) hoje no Sul do país. Três pessoas perderam a vida em Santa Catarina, e uma quarta, no Rio Grande Sul. Também foram registrados destelhamentos de casas, quedas de árvores e postes e falta de luz. Não se descarta a ocorrência de temporais amanhã nos dois Estados. Em Santa Catarina, as mortes foram registradas em Chapecó, Santo Amaro do Imperatriz e Tijucas — as duas últimas cidades ficam na Grande Florianópolis e a primeira a 556 quilômetros de distância da capital.
Em Chapecó, uma idosa de 78 anos faleceu após ser atingida por uma árvore. Em Santo Amaro do Imperatriz, um homem — que não teve a idade revelada à imprensa — perdeu a vida após ser atingido por fios de alta tensão. Já em Tijucas, outro homem morreu após a queda de uma estrutura que não foi especificada. No Rio Grande do Sul, um homem de 53 anos morreu após ser soterrado em um deslizamento de terra devido ao temporal. O caso aconteceu em Nova Prata, na Serra, no final da manhã. Vanderlei Oliveira chegou a ser socorrido pelos Bombeiros embaixo de um tapume, mas acabou não resistindo e veio a óbito. Ele trabalhava em uma construção. Ciclone extratropical, também chamado de “ciclone bomba”, é um fenômeno que provoca chuvas torrenciais, queda drástica nas temperaturas, ventos de mais de 100 km/h e até neve. // CNN Brasil.


satelite

andaime-ciclone

8140_97C5788B54BEC957

big_1593560132187caf16032559197fa30a7eea802eba

20200630_210518


20200630210044609299o
fileg_446855

Nenhum comentário