Vídeo Impressiona Web: ‘Achavam que era história de pescador’, diz homem que filmou anaconda na Amazônia - Reconvale Noticias

Notícias de Última Hora

Vídeo Impressiona Web: ‘Achavam que era história de pescador’, diz homem que filmou anaconda na Amazônia

Vídeo Impressiona Web: ‘Achavam que era história de pescador’, diz homem que filmou anaconda na Amazônia

Sucuri flagrada por pescador em mata no Sul do Amazonas tem cerca de nove metros. Bióloga explica riscos e como vive espécie.
Esta semana, um vídeo gravado por pescadores se tornou viral nas redes sociais. Nas imagens, podemos ver uma cobra gigante passeando em uma floresta na região do Rio Sucunduri, no município de Apuí, no Amazonas.
De acordo com o portal CM7, a sucuri – também conhecida como anaconda – foi gravada por Laudelino Fernandes, de 51 anos. No vídeo, ele afirma que o réptil mede cerca de nove metros de comprimento.
“Eu nem me assustei não. A gente sabe que elas vez ou outra aparecem, é só não mexer. Essa aí nem é a maior que já vimos. Quando vi, quis filmar, porque é difícil de acreditarem quando a gente conta que cruzou com uma cobra de nove metros por aí, né? Acham que é história de pescador… Na próxima a gente vai até tirar foto junto”, planeja.
Presidente da colônia dos pescadores, Lau conta que, recentemente, retirou de um balneário, com as próprias mãos, uma sucuri de aproximadamente seis metros. Em outra ocasião, em uma área de pasto, Fernandes e um grupo de pessoas encontraram outra sucuri com cerca de 11 metros de comprimento.
Como vivem? Do que se alimentam?
Na Amazônia Brasileira existem 189 espécies de cobras e a maioria não oferece risco aos seres humanos.
Especialista em biodiversidade e conservação de serpentes amazônicas da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), a bióloga Luciana Frazão explica que a sucuri possui dentição aglifa, ou seja, não apresenta dentes específicos para soltar veneno. Mas uma mordida do animal pode causar problemas de saúde.
“Apesar de elas não serem peçonhentas, ela mordem – no caso das sucuris. E a mordida de um bicho desse grande, assim como a mordida de um cachorro, também pode causar infecção, por causa das bactérias que estão presentes dentro da boca do animal (…). Caso ela morda, o que tem que fazer é lavar o local da picada com água e sabão”, disse.





FONTE: G1

Nenhum comentário