Notícias de Última Hora

Bolsonaro autoriza reajuste de 5% no preço do gás de cozinha



O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em mais uma política para satisfazer acionistas privados, autorizou hoje (4) a Petrobras reajustar em mais 5% no preço do gás de cozinha.

Segundo pesquisa de preços realizada semanalmente pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o botijão de 13 kg pode custar até R$ 100, dependendo da região no País.
No Paraná, o botijão de 13 kg é vendido por R$ 82 no município de Assis Chateaubriand, Oeste do estado.
Em Araraquara (SP), o combustível gás de cozinha tem o valor médio de R$ 79,42.
É importante o leitor saber que o preço final médio vendido para o consumidor, a dona de casa, é diferente daquele anunciado pela estatal na refinaria.

Dito isso, o preço médio da Petrobras será equivalente a R$ 24,08 por botijão de 13 quilos (kg).
A Petrobras esclarece que igualou desde novembro de 2019, os preços do gás liquefeito de petróleo para os segmentos residencial e industrial/comercial e que o GLP é vendido pela Petrobras a granel.
As distribuidoras são as responsáveis pelo envase em diferentes tipos de botijão e, junto com as revendas, são responsáveis pelos preços ao consumidor final.

Chapa de Bolsonaro e Mourão pode ser cassada semana que vem no TSE

O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, agendou para o dia 09/06, terça-feira, o julgamento de duas ações que pedem a cassação do presidente Jair Bolsonaro e do vice, Hamilton Mourão, por irregularidades cometidas durante a campanha em 2018.

Segundo as ações, hackers atacaram um grupo de Facebook com o objetivo de beneficiar a chapa.

O julgamento das ações começou no ano passado. O relator, ministro Og Fernandes, votou pelo arquivamento das ações. O ministro Edson Fachin pediu vistas. Agora, o julgamento será retomado.

As ações foram apresentadas por Guilherme Boulos (PSOL) e Marina Silva (REDE) em 2018. Segundo as ações, o grupo virtual “Mulheres Unidas contra Bolsonaro”, com 2,7 milhões de participantes, foi alvo de ataques que alteraram o visual e conteúdo da página.

Nenhum comentário