Notícias de Última Hora

COVID-19: Quando devo usar máscara de proteção?


A pandemia de COVID-19 tem deixado as pessoas mais atentas aos cuidados preventivos amplamente divulgados, como o uso do álcool gel e a correta higienização das mãos, e ainda mais decididas a investirem também no uso de máscaras de proteção.

De olho nos hábitos recém-adotados pela população, o Ministério da Saúde publicou uma atualização na qual indica que máscaras de proteção de tecido podem ser confeccionas em casa como aliadas no combate à propagação do novo Coronavírus.

Segundo a Dra. Michelle Zicker, infectologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, o uso da máscara industrializada segue orientado exclusivamente para profissionais de saúde e pacientes com sintomas respiratórios e outras condições clínicas, de acordo com indicação médica.

Para que sejam efetivas, as máscaras caseiras devem ser feitas com dupla camada de tecido e de forma que fiquem bem ajustadas ao rosto, sem deixar espaços ao redor do nariz e boca. “É preciso garantir que o equipamento seja utilizado da forma correta, pois, do contrário, a falsa sensação de proteção pode acabar deixando as pessoas ainda mais expostas”, destaca a infectologista.

Um manual com especificações de como o item pode ser feito e utilizado também foi divulgado no site oficial do Ministério da Saúde: https://saude.gov.br.
Quando e como usar

A máscara caseira pode ser usada pela população em geral para prevenir a infecção pelo Coronavírus. “Ao optar por esses itens caseiros, ainda é possível garantir que as máscaras industrializadas estejam disponíveis para aqueles que tenham realmente essa necessidade”, explica Michelle.

Embora feito de pano, o acessório não pode ser reutilizado indefinidamente e deve seu usado de forma individual. É preciso observar a vida útil do item, que tem tempo de uso de no máximo duas horas e precisa ser substituído sempre que estiver úmido ou sujo.

Vale lembrar também que, na hora de usá-las, deve-se lavar as mãos antes de a máscara ser colocada e depois de retirada. Em seguida, as máscaras de tecido devem ser lavadas, preferencialmente, com água sanitária.

Fonte: Hospital São Camilo – máquinacohn&wolfe

Nenhum comentário