Ultimas Postagens

Concurso Ministério da Saúde: 4 mil vagas para hospitais federais deve sair em março

Processo seletivo tem o objetivo de atender a demanda do estado do Rio de Janeiro. Cronograma, edital e provas estão em planejamento.



O Ministério da Saúde deve abrir processo seletivo com a oferta de 4 mil vagas para hospitais federais do Rio de Janeiro. De acordo com matéria da BandNews, o edital está previsto para ser publicado em março. Os hospitais em que vão ser abertas as vagas são:
Bonsucesso;
Ipanema;
Cardoso Fontes;
Andaraí;
Lagoas; e
Servidores do Estado.

De acordo com a Assessoria de Imprensa do Núcleo Estadual no Rio de Janeiro (Nerj), no momento, o Ministério da Saúde realiza reuniões internas para abrir vagas, sendo que está em discussão o cronograma para etapas, como publicação do edital e aplicação das provas.

Ainda está em discussão também o método de contratação dos pessoal, não está definido se serão vagas efetivas ou por tempo determinado. Contudo, tendo em vista a conjuntura econômica, os profissionais devem ser contratados para trabalhar temporariamente.

Da mesma forma, não foi definido se as 4 mil vagas serão somente para médicos ou se serão destinadas também para a área de apoio.
Falta de médicos

O hospital de Bonsucesso, na zona Norte da cidade, e um dos hospitais federais do Rio de Janeiro que mais sofre com o déficit de servidores. A unidade conta com problemas recorrentes de falta de insumo, frequente fechamento da emergência e perda de oncologistas para o setor privado.

O coordenador assistencial adjunto do hospital, Carlos Assef, afirmou à BandNews que a maior carência médica do hospital são nas áreas de emergência e oncológica. Essa realidade levou o Ministério Público Federal (MPF) a protocolar um pedido em julho de 2019 para que a União fizesse um levantamento de pessoal do Hospital Federal de Bonsucesso.

Se a falta de médicos fosse constatada, o MPF determinaria a lotação da quantidade necessária de servidores na unidade para garantir a manutenção dos atendimentos. Dessa forma, o Ministério da Saúde deveria ser obrigado a realizar um novo concurso.

Vale destacar que em 2017, o MPF já tinha ajuizado uma ação civil pública com o objetivo de promover concurso, visando resolver o problema da falta de servidores, mas somente seleções temporárias foram realizadas desde então.
Como foi a última seleção?

O último processo seletivo para ingresso nos hospitais federais aconteceu em abril de 2018 e ofertou 3.592 vagas destinadas para cargos de níveis médio/técnico e superior. As oportunidades foram distribuídas para os seguintes cargos:
técnico de enfermagem;
auxiliar (laboratório, enfermagem, e radiologia);
assistente social;
biólogo;
biomédico;
enfermeiro;
farmacêutico;
físico;
fisioterapeuta;
fonoaudiólogo;
médico;
nutricionista;
odontólogo; e
psicólogo.

Os integrantes dos corpos clínicos, na época das convocações alertaram que o número de profissionais não seria suficiente para atender a demanda de seis hospitais, mais três institutos federais do Rio. O que se provou verdade, pois o déficit de servidores continua.

Os contratos iniciais dos aprovados na última seleção tiveram validade mínima de seis meses, podendo ser prorrogados por,no máximo, dois anos, isso levando em consideração o desempenho do contratado.
                                     Fonte : Editalconcursosbrasil.com.br
blogger/disqus/facebook

Nenhum comentário