Banco Central quer permitir saques de dinheiro em lojas e mercados - Reconvale Noticias

Notícias de Última Hora

Banco Central quer permitir saques de dinheiro em lojas e mercados

Funcionalidade ajudaria os cidadãos de algumas cidades do Brasil, principalmente as mais distantes de centros urbanos, onde não há agências bancárias.



Está em análise pelo Banco Central (BC) a modalidade de saque em dinheiro em lojas e supermercados. O argumento foi anunciado pelo presidente da instituição, Roberto Campos Neto, em entrevista à Globo News, na última quarta-feira, 12.

Conhecido como “cashback” (em tradução livre, “dinheiro de volta”), o serviço permite que o cliente receba em espécie o valor passado no cartão de crédito. Em explicação mais clara, seria uma “compra de dinheiro”. 
Justificativa

Ainda durante entrevista, Neto informou que a funcionalidade ajudaria os cidadãos de algumas cidades do Brasil, sobretudo as mais distantes de centros urbanos, onde não há agências bancárias. O acesso limitado ao saque faz muitos brasileiros se deslocarem para outras regiões na tentativa de sacar dinheiro. 

Outro ponto mencionado pelo presidente do BC envolve praticidade e segurança. Isso porque a cada retirada pelo cliente, o comerciante “repartiria” os lucros do dia entre as pessoas. Dessa forma, não seria mais necessário a contratação de carros-fortes para a coleta do dinheiro, por exemplo. 

Ainda sem data de lançamento, o novo sistema continua em estudo pelo Banco Central. 
Como funciona o Cashback?

Bastante comum nos Estados Unidos, o sistema de cashback ou “dinheiro de volta” permite que o usuário receba uma parcela da compra realizada no cartão de crédito sob a forma de bônus ou depósito em dinheiro na conta corrente. O funcionamento é similar aos oferecidos em programas de pontuação de lojas e estabelecimentos.

No caso do cashback para saques, previsto para ser lançado no Brasil, o usuário passaria um valor “x” utilizando o cartão do seu banco em lojas e mercados e, em troca, receberia a quantia em cédulas.

Porém, se aprovado, o projeto pode ter um tempo maior para sua implementação, visto que para o procedimento, é necessário desenvolver um sistema de comunicação entre as maquininhas e os bancos.       Fonte : Editalconcursosbrasil.com.br

Nenhum comentário