Notícias de Última Hora

Empreendedorismo: saiba o que é preciso para se diferenciar no mercado


A situação econômica brasileira não é das melhores: nos últimos anos, o país vem enfrentando uma grave crise financeira que, às vezes, parece não ter fim. Mas o cenário que indicava 12 milhões de pessoas desempregadas começa a dar sinais de melhora: o desemprego recuou para 11,8%, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
É neste momento que o empreendedorismo por necessidade ganha forças. Diversos brasileiros arregaçam as mangas e decidem ir em busca do próprio negócio na esperança de virar o jogo. Para Pedro Superti, especialista em Marketing de Diferenciação, é necessário que o empreendedor, além de ter uma boa ideia, saiba como gerir seu negócio. “Mesmo que sua empresa ofereça o melhor produto ou serviço do mercado, sem um bom conhecimento de gestão seu negócio não irá para frente”, afirma.
É uma dica que vale ouro ainda mais se levarmos em conta que a diminuição do desemprego está sendo impulsionada por trabalhadores informais. Segundo o IBGE, a população ocupada por estes trabalhadores chegou a 41,3%, patamar recorde da pesquisa (iniciada em 2012). São 38,683 milhões de brasileiros atuando por conta própria.
É como se o brasileiro fosse empreendedor por natureza: dados da GEM (Global Entrepreneurship Monitor) indicam que o país chegou a 38% na Taxa de Empreendedorismo Total (TTE). Isso significa que 52 milhões de brasileiros possuem um negócio próprio - e esse número só tende a aumentar.
Mas como se diferenciar em um mercado cada vez mais competitivo? Diante deste cenário, Superti dá cinco dicas fundamentais para quem quer começar um negócio de sucesso:


Nenhum comentário