Notícias de Última Hora

Caetité: Exploração de urânio pode estar causando aumento de casos de câncer no município


Uma reportagem especial da TV Record mostrou o número de casos de câncer que estão sendo registrados na cidade de Caetité, e preocupa moradores. Eles acreditam que a doença é resultado da exploração do urânio, um mineral radioativo usado para abastecer reatores de usinas nucleares. As Indústrias Nucelares do Brasil (INB) é a única empresa que tem permissão para extrair o urânio do solo. Suas atividades tiveram início na cidade no ano 2000. Há quase cinco anos, a empresa encerrou as atividades, porém as mesmas devem ser retomadas no próximo ano. A reportagem mostrou ainda relatos de moradores de comunidades rurais, bem como de familiares de ex-funcionários, que faleceram em decorrência de inúmeros tipos de câncer. Em muitas localidades na região entre Caetité e Lagoa Real, a Vigilância Sanitária lacrou poços artesianos em função do risco de contaminação por urânio. Pesquisas da Ufba mostram que determinados tipos de câncer são trinta vezes mais comum na região do que em outras partes da Bahia. Segundo o diretor do Sindicato dos Mineradores, Lucas Mendonça, a empresa tentou esconder diversos acidentes, incluindo vazamentos. Em nota, a INB informou que o urânio está presente naturalmente no solo e nas águas desde antes de sua atuação e que desenvolve programas de preservação ambiental e proteção radiológica para assegurar a qualidade do meio ambiente e a saúde dos funcionários, além da comunidade.

Nenhum comentário