Header Ads

Breaking News

Talíria Petrone: não adianta quebrar placas! Precisamos de outra política de segurança

Deputada do PSOL reagiu à violência do parlamentar do PSL Coronel Tadeu, que destruiu um dos quadros da exposição (Re)Existir no Brasil - Trajetórias negras brasileiras, em razão da Semana da Consciência Negra na Câmara


                         (Foto: Agência Câmara)
A deputada federal Talíria Petrone (PSOL-RJ) repudiou enfaticamente a atitude violenta do deputado do PSL Coronel Tadeu, que destruiu um dos quadros da exposição (Re)Existir no Brasil - Trajetórias negras brasileiras, em razão da Semana da Consciência Negra na Câmara.
Ela foi uma das parlamentares a denunciar o ato de vandalismo, junto com Jandira Feghali (PCdoB-RJ), Benedita da Silva (PT-RJ) e David Miranda (PSOL-RJ). "Essa exposição é autorizada. O deputado Coronel Tadeu veio aqui e arrancou da parede (as obras de arte) sem nenhuma autorização. Racista. Violento. Isto é uma denúncia", disse Jandira.
Pelo Twitter, Talíria lembrou que "o quadro trazia dados sobre a violência de Estado contra negros e pobres". Além dos dados, o quadro tinha a imagem de uma charge do artista e ativista Carlos Latuff, que também reagiu ao vandalismo do deputado: "se fazem isso contra um cartaz, imagine contra gente de pele negra!".


Nenhum comentário