ULTIMAS NOTICIAS

Pastor é preso acusado de estuprar e engravidar enteada adolescente

Foi preso na última terça-feira(3), na cidade de Goianira, região metropolitana de Goiânia (GO), um pastor evangélico que foi acusado de estuprar e engravidar sua enteada de apenas 15 anos. Segundo informações, o pastor abusava sexualmente da adolescente desde que a mesma tinha 8 anos de idade.

Por medo, a adolescente nunca contou nada para mãe, que só descobriu os abusou depois que constatou a gravidez da vítima. A mãe da da adolescente, esposa do agressor, foi quem fez a denúncia no dia 25 de agosto.

Em depoimento a jovem contou à polícia que nunca denunciou os estupros por conta das ameaças do padrasto. O pastor afirmava que se ela contasse para alguém, ele mataria a mãe da adolescente e ela.

A vítima está com 23 semanas de gestação, ou seja, 5 meses e 3 semanas, ela contou para os policiais que o último estupro aconteceu no mês de junho.

O acusado além de pastor, trabalha como pedreiro, ele nega todas as acusações. Por razões de segurança ele não teve a sua identidade revelada. Entretanto, já foi encaminhado para a Casa de Prisão Provisória (CPP), em Aparecida de Goiânia (GO).
Outro caso semelhante

Em Teresina (PI), um pastor evangélico foi condenado a 20 anos de prisão após ser acusado estuprar uma criança de apenas 4 anos. A decisão foi publicada nesta quinta-feira (5).


A denuncia feita pelo Ministério Público, consta que o pastor praticava violência sexual dentro da igreja durante os cultos.

Holland Moura de Queiroz, juiz da 6ª Vara Criminal julgou procedente a ação penal pela prática do crime de estupro de vulnerável.


A tentativa para recorrer em liberdade foi negada, a pena deverá ser cumprida inicialmente em regime fechado em uma das unidades penais do Piauí. O pastor estava preso desde fevereiro.

As denúncias contra o líder religioso aconteceram em outubro de 2018 por das vítimas. A Polícia Civil investigou o caso e constatou que os abusos eram cometidos dentro da igreja durante os cultos.

“As famílias iam assistir aos cultos e ele usava esses artifícios para abusar das duas crianças. Ele tinha confiança dessas famílias, afinal era pastor e ninguém imaginava que ele pudesse abusar das crianças”, informou o delegado Matheus Zanatta ao G1, na época da prisão do pastor.
                                           Fonte : www.ofuxicogospel.com.br

Nenhum comentário