“QUANDO EU MORRER VOU CONTAR TUDO A DEUS”, AFIRMA CRIANÇA VITIMA DA GUERRA NA SÍRIA - Reconvale Noticias

“QUANDO EU MORRER VOU CONTAR TUDO A DEUS”, AFIRMA CRIANÇA VITIMA DA GUERRA NA SÍRIA

Share This
Os bombardeios nesse momento são menos frequentes do que costumavam ser em Alepo “Tem uma explosão aqui, outra ali, a cada dois ou três dias, provocadas pelos bombardeios do governo”, conta Selmo. um dos socorrista voluntario, conhecido como capacetes brancos
A guerra na Síria se trata também de uma guerra civil e não se restringe só ao combate contra o Estado Islâmico. Atualmente, o principal foco da guerra é Deir Ezzor, no leste do país, considerado o último reduto do EI. Com a intensificação dos combates, nesta semana cerca de 3 mil integrantes do grupo terrorista se renderam, segundo as Forças Democráticas Sírias (FDS).
Conforme dados revelados pela agência EFE, milhares de pessoas morreram desde o início da guerra que assola a Síria há anos.
História interrompidas, vidas perdidas, e muita tristeza tomam conta do país.
Em meio a uma das maiores crises humanitárias do mundo, a frase de uma criança de 3 anos, está correndo o mundo e deixando todos perplexos. Segundo a imprensa internacional, a criança de 3 anos de idade, que não teve sua identidade revelada, estava muito machucada e acabou falecendo poucos dias depois de ter proferido a frase enquanto era socorrido.
Ele teria dito:“Quando eu morrer, vou contar tudo a Deus”
O site Economy 2.0 comentou afirmando que isso servia como lição para aumentar a conscientização sobre tudo que está acontecendo no mundo.
Morrem pessoas inocentes todos os dias por razões que não consigo nem explicar, uma vez que eles não são culpados de nada – afirma o site.
De acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), ONG responsável pelos dados da guerra divulgados pela EFE, dados informações recebidas de uma rede de ativistas e fontes médicas militares relatam 150.344 mortos pela guerra, entre os quais estão incluídos 51.212 civis, dos quais 7.985 são crianças.
                         Fonte: Dihitt

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pages