ULTIMAS NOTICIAS

Justiça determina prisão sem prazo de Walter Delgatti e outros suspeitos de hackear autoridades


O juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal do DF, determinou na quinta-feira (1º) a prisão preventiva de quatro suspeitos de hackear telefones de autoridades. A informação é do jornal Folha de S.Paulo.
Walter Delgatti Neto, Gustavo Henrique Elias Santos, Suelen Priscila de Oliveira e Danilo Marques já estavam presos desde o dia 23 de julho de forma temporária –que tem duração de cinco dias, prorrogáveis por mais cinco. Agora, a prisão não tem prazo para vencer.

De acordo com a Folha, a decisão judicial foi dada após pedido da Polícia Federal.
Delgatti é o principal suspeito dos ataques. Ele admitiu em depoimento à PF ter entrado nos celulares do ministro da Justiça, Sergio Moro, e de procuradores da Lava Jato, como Deltan Dallagnol.
Ele também afirmou ter sido o responsável por passar mensagens da Lava Jato para o site The Intercept Brasil, de forma anônima, voluntária, e disse que não editou os diálogos.



Nenhum comentário