ULTIMAS NOTICIAS

Tite se recusa a cumprimentar Bolsonaro em premiação da Copa América





 O técnico da seleção brasileira não fez o mínimo esforço para parecer cordial com o presidente da república. 
Ao se dirigir para receber a premiação pela conquista da Copa América, Tite cumprimentou as autoridades ali presente, mas não estendeu a mão para Jair Bolsonaro. Quem teve a mesma atitude do treinador foi o zagueiro Marquinhos.

Imagens da transmissão mostram os dois integrantes da seleção brasileira passando indiferentes por Bolsonaro. No caso de Tite, o presidente teve que se esforçar para chamar atenção do técnico.
Antes disso o presidente já havia sido recepcionado com vaias pela torcida que estava no Maracanã assim que pisou no gramado do estádio.
A atitude dos integrantes da seleção brasileira gerou uma série de comentários nas redes sociais





Marquinhos no instante em que passa batido por Bolsonaro. Aproveitar êxitos esportivos alheios para autopromoção política é atitude de governantes autoritários e líderes de ditaduras.



Nenhum comentário