Como reconhecer e agir ao suspeitar de violência contra crianças - Reconvale Noticias

ULTIMAS POSTAGENS

Como reconhecer e agir ao suspeitar de violência contra crianças


Mudança de comportamento é comum em crianças e adolescentes que são vítimas de violência. Ao perceber sinais de violência contra crianças, pais e profissionais devem notificar o Conselho Tutelar.
A violência contra crianças e adolescentes é uma realidade global, que resulta em consequências graves e provoca impactos em todas as áreas da vida das vítimas. O estudo Inspire, conduzido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em parceria com diversas entidades internacionais e divulgado em 2016, estimou que em todo o mundo cerca de 1 bilhão de crianças e adolescentes entre 2 e 17 anos sofreram violência psicológica, física ou sexual no ano anterior à coleta dos dados. O levantamento foi feito em 96 países.
O estudo destaca ainda que meninas e meninos que são vítimas de violência com frequência são desacreditados ao relatarem o que sofreram. Nesses casos, nada é feito para reparar os danos causados. Ainda segundo o Inspire, mesmo que a violência seja “escondida”, suas consequências vão surgir mais tarde e trazer “sobrecarga difusa, duradoura e de alto custo para crianças, adultos, comunidades e nações”.
No final de 2018, a Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP), em parceria com a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e o Conselho Federal de Medicina (CFM), lançou a segunda edição do Manual de Atendimento às Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência. O documento é destinado principalmente aos profissionais que trabalham com crianças para que sejam treinados a reconhecer rapidamente e saber como agir ao identificar sinais dos mais diferentes tipos de agressão.
                       Fonte ;drauziovarella.uol.com.br
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário