Ultimas Noticias

6 estratégias de lojas virtuais para aumentar as vendas


Se antigamente uma loja física tinha como preocupação o preço praticado pelos mesmos produtos vendidos nas lojas de sua região, hoje quem tem um e-commerce também precisa ficar de olho no que está acontecendo com seus concorrentes, mas desta vez sem o fator regional, tornando a tarefa mais complexa pela enorme quantidade de lojas que batem de frente com seu público-alvo apresentando preços atrativos, porém a situação ainda é contornável com tecnologia e inteligência.

As melhores formas de se posicionar competitivamente em um mercado disputado envolve fatores como o preço de custo da mercadoria, o valor do marketing feito para impulsionar as vendas, a estrutura interna da empresa (que precisa ser eficiente com o menor custo possível) e o frete. 

Não adianta negociar uma quantidade enorme de sapatos com um fabricante para se obter um menor custo de aquisição se a estrutura interna da empresa é onerosa ou se o marketing não está entregando resultados eficientes. O menor valor não chegará ao consumidor, tornando a oferta apenas mais uma possibilidade de compra dentre vários no mercado.

Mas uma vez em que os ponteiros estão acertados, pode-se entrar em estratégias realmente competitivas e com reais possibilidades de ação. Leonardo Alonso doLounge A listou algumas que são praticadas pelos empreendedores digitais e que fazem muita diferença no dia-a-dia de suas empresas. Vamos conferir?

1 - Monitoramento de preços

Vamos considerar que você têm uma loja com cinquenta peças de roupas de marca e possui uma concorrência direta de cinco e-commerces e queira ajustar dinamicamente o preço de todos os seus itens para custar R$ 10,00 a menos que o melhor preço da concorrência. Diariamente você terá um bom trabalho navegando por todas essas lojas. Imagine agora seu negócio com mil peças e cem concorrentes. Impossível praticar isso manualmente, não?

Neste caso, a melhor alternativa é procurar tornar a tarefa toda automática. Solicitar o serviço a uma empresa especializada ou a um buscador de produtos é uma excelente alternativa, pois com a automatização deste processo pode-se realizar a tarefa instantaneamente, deixando-o livre para se focar em outras funções. “O ambiente digital proporciona um ganho de escala na análise da informação, dando uma enorme vantagem de mercado para quem vai por esse caminho”, complementa Leonardo.

2 - Desconto no frete por valor de compra

Quem nunca comprou algo a mais na internet para ganhar aquele frete grátis? Pois é, essa estratégia funciona muito bem se o preço dos produtos estiverem competitivos com o mercado. Quando o lojista parte para essa estratégia, o ideal é ter em mente que o objetivo é elevar o ticket médio (o valor médio gasto por cliente) através de um desconto em frete que faça com que o lucro adicional ao menos cubra o frete, que ficou a cargo do e-commerce. Portanto deve-se prestar atenção ao valor em que se deve aplicar tal bonificação para que a campanha não seja prejudicial.

3 - Pontos Acumulados

Outra estratégia que bombou anos atrás no mercado de maquiagens e cosméticos e que agora está crescendo no mercado de roupas, calçados e acessórios é a fidelização do cliente por meio do acúmulo de pontos por compra realizada. 

O cálculo é simples, pois a loja virtual sabe que, para cada R$ 500,00 em vendas, o cliente pode levar um produto de R$ 100,00 (mas que teve um custo de R$ 50,00 de aquisição por parte do lojista). Ou seja, isso no fundo se transforma em algo próximo a um “10% de desconto” com uma roupagem voltada à fidelização.

“Ações conjuntas com e-mail Marketing são necessárias para lembrar as pessoas que elas estão próximas de um benefício incrível, mas para isso elas precisam realizar uma comprinha a mais”, completa Leonardo.

4 - Estoque x Preço

Estratégia muito utilizada por grandes lojas, a prática de um preço menor está associada à aquisição de um grande estoque, pois tal manobra permite a compra no atacado a um melhor preço. 

Já na situação contrária (que é quando existem poucos itens remanescentes de um produto ou este já está saindo de moda ou da estação), uma liquidação do mesmo é algo natural, pois como ele se traduz em capital parado, vale mais a pena vender o mesmo com pouco lucro e partir para novas peças com a quantia de volta ao caixa.

Uma estratégia para isso é sugerir tais produtos como compras associadas dentro da própria plataforma enquanto o usuário navega e compra seus itens de interesse. Claro que o e-mail marketing e a entrada deles em uma promoção relâmpago também é algo a ser feito.

5 - Promoções-Relâmpago

Aquelas promoções surpreendentes de 24 horas (e em muitos casos com um cronômetro dentro do layout do site) são excelentes para queimar estoques e subir as vendas no final de um mês parado ou de uma estação, dando fôlego para que a loja possa inovar e trazer novos lançamentos ao seu público.

Uma excelente estratégia é oferecer alguns produtos com descontos muito atrativos para despertar o interesse máximo do cliente e oferecer também uma segunda linha de interesse com produtos com um giro maior com um desconto mais moderado. Até mesmo o Layout do site pode ser alterado para dar aquela cara de promoção, mas sem exageros.

6 - Diferenciação no Mercado

Uma estratégia para quem deseja fugir um pouco da competição acirrada por preços está na diferenciação do que é oferecido e como é oferecido. Produtos que passam por algum processo artesanal já saem na frente nesse quesito, podendo ter características que não podem ser obtidas de outra forma. 

Assim, roupas únicas e com um acabamento superior podem atrair um público disposto a pagar mais pela diferenciação - desde que você apareça para eles com a propaganda correta e ainda com tudo alinhado, como a comunicação, layout e atendimento qualificado.

Outra forma de se diferenciar é apostar em marcas pouco presentes no mercado mas com grande potencial comercial, “mas isto exige um olho clínico apurado e muitos anos de experiência para não cometer erros grosseiros e comprometer toda a estratégia da empresa”, completa.

Misturando as estratégias e entrando em ação

Agora que as principais estratégias foram expostas, você deve ter percebido que muitas lojas atacam em várias frentes em campanhas verdadeiramente atrativas e sedutoras para o cliente. 

Pense em uma promoção relâmpago de produtos diferenciados que ainda te dão mais alguns pontinhos (para que possa trocar por mais produtos na próxima compra), além do frete grátis se comprar qualquer coisa para completar aqueles R$ 40,00 que ainda faltam (e poupar um frete de R$ 20,00).

O monitoramento de preços é algo constante e que deve ser feito a todo momento. Outras estratégias podem ser implementadas de forma permanente, com alguns ajustes a serem feitos com o tempo, como o desconto em frete e os pontos em compras. 

As outras ações demandam mais energia e planejamento, englobando objetivos claros a serem atingidos, cronograma e integração total com as ações de marketing.

No fim das contas, o grande objetivo é conquistar o cliente na compra atual e torná-lo recorrente. Para isso, nada como quebrar a cabeça e aprender o que funciona melhor para seu e-commerce, ajustando as pontas na estratégia e adquirindo experiência dia a dia.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário