Ultimas Noticias

FILHA MATA A MÃE A FACADAS NO JACINTINHO



Uma jovem com iniciais G.M.A.M., de 17 anos, foi apreendida, na tarde desta quinta-feira (19), após esfaquear a própria mãe no bairro do Jacintinho, em Maceió. De acordo com a Polícia Militar, ela teria contado com a ajuda do companheiro, identificado como Gustavo Alexandre da Silva, de 18 anos, para matar a mulher de 46 anos.

Ferida, a vítima, identificada como Maria do Rosário Almeida, chegou a ser encaminhada para o Mini Pronto-Socorro João Fireman, no Jacintinho, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito naquela unidade de saúde.

Ainda de acordo com os militares, Maria recebeu quatro golpes de arma branca, todos no lado esquerdo do pescoço.

A polícia também contou que o crime teria sido motivado por uma discussão relativa à conta de energia elétrica, após a mãe reclamar que a filha estaria utilizando o computador de maneira excessiva.

Segundo o esposo da vítima, Manasses Manoel da Silva Santos, disse sempre aconteciam desentendimentos entre a mãe e a filha devido a conta de energia elétrica.

Ele ainda contou que apenas nesta quinta-feira (19), as duas discutiram três vezes pelo mesmo motivo e, em uma delas, a vítima instigou a filha para uma briga. Na ocasião, Manasses estava no banheiro.

Ainda conforme dos militares, a jovem chegou a alegar, inicialmente, que os ferimentos na mãe teriam sido provocados após um empurrão. Após prestar depoimento, a polícia informou que a jovem confessou o ato e deve ser acusada pelo crime de feminicídio.

Já o companheiro da menor está sendo ouvido como testemunha pelo Delegado Antônio Henrique. De acordo com o Delegado, durante o depoimento, Gustavo explicou que, no momento do crime, tentou separar mãe e filha por que gosta da menor.

A mãe do Gustavo, Luciene da Silva, contou que o filho não tem a índole de cometer um crime de assassinato. “Ele nunca iria fazer isso. Eu boto minha mão no fogo”, disse. Ela ainda confirmou que mãe e filha discutiam com frequência e que a principal motivação está relacionada a uma pensão que Maria do Rosário recebia do pai da menor.

A apreensão da adolescente foi feita por equipe do “Ronda no Bairro”, que contou com o apoio de militares do Batalhão de Polícia de Eventos (BPE). Os suspeitos foram encaminhados à Delegacia de Homicídios da Capital, que ficará responsável pela investigação do caso. O canivete utilizado no crime foi apreendido.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário