Ultimas Noticias

6/recent/ticker-posts

Enquete

Casamento coletivo abre parada gay em frente ao Congresso, em Brasília

  1. (Fotos: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)
Um casamento coletivo abriu a 18ª Parada do Orgulho LGBTs de Brasília em frente ao Congresso Nacional na tarde deste domingo (28). Ao todo, nove casais do sexo feminino e um do masculino selaram as uniões no primeiro evento do tipo para pessoas do mesmo sexo realizado na capital. A Polícia Militar estima que mil pessoas acompanharam o casamento. Os participantes da cerimônia são casais de baixa renda que procuraram a organização da parada. "A gente deu todo o apoio agregando várias empresas para a doação de vestidos, buquês, aluguel dos ternos e tudo o mais. Eles têm o mais completo direito de ser feliz", disse o coordenador do evento, Francisco Biondo. O casamento coletivo conta também com o apoio da Embaixada da Bélgica, que promoveu uma recepção aos casais na sexta-feira (26). O embaixador belga no Brasil, Jozef Smets, é casado com Cristophe Degraeuwe há 13 anos. Ambos foram padrinhos dos recém-casados. "Gosto muito do lugar aqui, é um casamento muito simbólico em frente ao Congresso, em um ambiente, em geral, positivo. É muito forte para todas as comunidades do mundo", disse Smets. "A Bélgica foi o segundo país do mundo a legalizar o casamento gay e, assim como os Países Baixos e Luxemburgo, constituímos um grupo de países que trabalham juntos em vários setores, e também nesse sentido [direitos dos homossexuais].
O primeiro-ministro de Luxemburgo, inclusive, se casou há algumas semanas com o seu companheiro". O único casal do sexo masculino a participar da cerimônia foi também o que mais se emocionou. "Receba essa aliança como símbolo do meu amor e da minha fidelidade, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, até que a morte nos separe", disse ao companheiro o estudante Raphael Kelvin, momentos antes de trocar alianças e selar o matrimônio com um beijo. (G1)

Postar um comentário

0 Comentários