Header Ads

ULTIMAS NOTICIAS

Maqueiro do IML é flagrado tendo relações sexuais com cadáver em Manaus

                            Foto: Divulgação

Wanderley dos Santos Silva, 52, foi exonerado da função de maqueiro do Instituto Médico Legal (IML), após ter sido flagrado mantendo relações sexuais com o cadáver de uma moça que estava aguardando para passar por exame de necropsia.
O maqueiro foi flagrado por um perito criminal que estava de plantão no dia do ocorrido, na noite que o time do Flamengo foi campeão da Copa Libertadores da América. O perito teria ido à sala de necropsia coletar dados sobre um cadáver e acabou encontrando o maqueiro sobre o cadáver.
Ao notar a presença do perito, o maqueiro teria pulado e saído desconfiado. O caso foi comunicado a direção do Departamento de Polícia Técnico e Científica (DPTC) e o diretor Lin Hung foi ao local e exonerou o maqueiro. Na mesma noite, o diretor também exonerou outro funcionário que estava no local embriagado.
Segundo servidores do instituto que preferiram não se identificar, no dia do ato, os dois saíram para comemorar o resultado do jogo e voltaram bêbados.

De acordo com informações de delegados, ter relações sexuais com cadáver configura crime de vilipêndio de cadáver, com pena de um a três anos de prisão.

Um inquérito policial sobre o caso do maqueiro foi instaurado para verificar há quanto tempo a ação criminosa vem ocorrendo, já que o suspeito trabalhava no IML desde 2015.
                             joseleitefilho.com.br

Nenhum comentário